Câmara Municipal de Surubim

Câmara Municipal de Surubim
Câmara Municipal de Surubim

Recém-nascida é encontrada em cesto de lixo no Cabo

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: O caso aconteceu na madrugada deste domingo (13), quando um mecânico encontrou a bebê

Uma recém-nascida foi encontrada, na madrugada deste domingo (13), dentro de uma caixa em um cesto de lixo, na Praia de Gaibu, na cidade do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Policiais Militares do 18º BPM foram acionados para atender a ocorrência de madrugada, depois que um mecânico estava indo pescar e teria encontrado a bebê.                                                                                         O mecânico Luiz Paulo, de 35 anos, notou um choro vindo da lixeira, foi quando percebeu que era uma bebê. Ele levou a recém-nascida para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) José Antonio de Lima, em Gaibu, onde ela recebeu os primeiros atendimentos. O mecânico também acionou a Polícia Militar (PM), que constatou a veracidade do fato.

Posteriormente, a bebê foi levada para o Hospital Infantil do Cabo e, depois, para a Maternidade Padre Geraldo Leite Bastos, em Ponte dos Carvalhos, no Cabo. Ela ficará na maternidade durante 10 dias, em observação.

PM informou que o Conselho Tutelar também foi acionado. De acordo com a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o conselho foi notificado e, como a bebê não tem responsável identificado, o órgão foi até o hospital. 

“Chegando ao Hospital Infantil, a gente procurou saber qual o estado de saúde da criança, e ficamos sabendo que ela foi para a maternidade em Ponte dos Carvalhos. Fomos até a maternidade e pegamos o relatório da médica”, contou o conselheiro tutelar, Luciano Luiz da Silva.

Depois que a criança receber alta, o conselho a levará para o Recanto da Criança. “Chegando ao Recanto, quem passa a ter responsabilidade sob a criança é o Ministério Público e a Vara da Infância e da Juventude. O mecânico que encontrou até queria adotar a criança junto com sua esposa, mas não pode porque existe todo o procedimento da justiça”, acrescentou Luciano.

A Polícia Civil de Pernambuco comunicou que está investigando o caso, que foi registrado na Delegacia do Cabo de Santo Agostinho. Um inquérito policial será instaurado para apurar o caso. 

Postar um comentário

0 Comentários