domingo, 24 de maio de 2020

Menino de 9 anos mata irmã de 7 com tiros de arma artesanal no Paraná

Segundo o site https://cgn.inf.brA delegacia deve receber amanhã (25) testemunhas do caso, inclusive o avô, para prestar esclarecimentos. As identidades das crianças e do avô estão preservadas.Um menino de 9 anos atirou contra a irmã mais nova, de 7 anos, com uma arma artesanal que estava na chácara do avô deles, em Mariluz, no noroeste Paraná, na tarde de ontem (23). A menina não resistiu aos ferimentos. Ninguém foi preso.
Segundo a Polícia Civil, as crianças estavam brincando na chácara, quando o irmão mais velho atirou cinco vezes contra a menina. Ela foi atingida com cinco tiros, nos braços, coluna e cabeça.                               
A menina chegou a ser socorrida a um hospital, mas não resistiu. O avô das crianças, responsável pela arma, pode responder por omissão da guarda e posse ilegal de arma de fogo, segundo a Polícia Civil.
A delegacia deve receber amanhã (25) testemunhas do caso, inclusive o avô, para prestar esclarecimentos. As identidades das crianças e do avô estão preservadas.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Flagrado na mentira, Bonner se retrata, mas a mentira se repete e exige nova retratação. Entenda a trama (veja o vídeo)

Segundo o site https://www.jornaldacidadeonline.com.br: Flagrado na mentira, Bonner se retrata, mas a mentira se repete e exige nova retratação. Entenda a trama (veja o vídeo)Mas a emissora, mais uma vez,mentiu descaradamente.                                                                                                                                         Depois, na voz de William Bonner, corrigiu a "mentira ", que chamou de erro.                                       Estranhamente, o mesmo"erro" voltou se repetir na sequencia, durante o Jornal da Globo.                     Parece ser uma clara tentativa de fixar o "erro" na cabeça do telespectador.                                           Depois, timidamente, o "erro" é corrigido.                                                                                               Um "erro" calculado, certamente com intenções malignas e inconfessáveis. 


Vejam o Vídeo

Polícia Militar aplica Operação Choque de Ordem e reforça fiscalização no combate à Covid-19

Segundo o site https://portaldeprefeitura.com.brNa última sexta-feira (22), a Operação Força Ostensiva de Recobrimento Tática Extraordinária (Forte), que estava em andamento antes da pandemia, foi replanejada para atuação estratégica com foco nos decretos estaduais de quarentena.Polícia Militar aplica Operação Choque de Ordem e reforça fiscalização no combate à Covid-19A Polícia Militar de Pernambuco lançou para este final de semana, a Operação Choque de Ordem. A ação visa intensificar os esforços para o cumprimento dos decretos governamentais em vigor no combate ao novo coronavírus.Polícia Militar de Pernambuco.Polícia Militar de Pernambuco. Foto: Divulgação/Comunicação PM-PE
A Operação Força Ostensiva de Recobrimento Tática Extraordinária (Forte), que estava em andamento antes da pandemia, foi replanejada para atuação estratégica com foco na ampliação das medidas de proteção, conforme decretos estaduais (nº 49.017 e nº49.024).Polícia Militar de Pernambuco.Polícia Militar de Pernambuco. Foto: Divulgação/Comunicação PM-PE
Além do grande esforço que já vem sendo lançado, diariamente, nas ruas das cidades de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço, serão lançadas mais 24 viaturas, diariamente, que realizarão rondas nos municípios. Isso será executado em apoio à Operação Quarentena enquanto durarem os efeitos dos decretos.
 Da redação do Portal com informações da Secom da PM/PE

Bombeiros são impedidos de apagar incêndio em área de vegetação na Mangueira

Segundo o site https://odia.ig.com.brMilitares registaram ocorrência na 17ª DP (São Cristóvão)                                                                        Rio - Bombeiros do quartel de Benfica foram impedidos de apagar um incêndio na área de mata do Morro da Mangueira, Zona Norte do Rio, na noite deste sábado. A informação foi confirmada pela assessoria do Corpo de Bombeiros.
Em nota, a corporação informou que os militares registraram ocorrência na 17ª DP (São Cristóvão) "Este procedimento é comum quando a equipe de socorro não se sente segura em ingressar em determinada área para qualquer tipo de atendimento. O objetivo da corporação é garantir que o atendimento seja prestado, sem descuidar do zelo pela integridade física da guarnição", diz o documento.
Procurada, a Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre o caso.

sábado, 23 de maio de 2020

Bolsonaro confirma quarta parcela do auxílio emergencial e diz que pode haver quinta

Segundo o site https://brasil123.com.brO presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou a quarta parcela do auxílio emergencial.
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), confirmou na última sexta-feira (22) que vai prolongar o auxílio emergencial para os informais, porém com o valor menor que os R$600 pago atualmente.

Bolsonaro, em entrevista à rádio Jovem Pan, disse que haverá a quarta parcela e que talvez ocorra até mesmo um quinto pagamento.
“Conversei com o Paulo Guedes [ministro da Economia] que vamos ter que dar uma amortecida nisso daí. Vai ter a quarta parcela, mas não de R$ 600. Eu não sei quanto vai ser, R$ 300, R$ 400; e talvez tenha a quinta [parcela]. Talvez seja R$ 200 ou R$ 300. Até para ver se a economia pega”, disse.
“Não podemos jogar para o espaço mais de R$ 110 bilhões, que foram gastos dessa forma. Isso vai impactar nossa dívida, no Tesouro”, disse o presidente.
O Ministro da Economia, Paulo Guedes, teve uma reunião com os empresários na última terça-feira (19), onde admitiu a possibilidade de prorrogar o auxílio. Guedes concorda com a extensão por um ou dois meses, porém com o valor de R$200.
auxílio emergencial foi criado para durar apenas três meses, entre os meses de abril, maio e junho. Com a confirmação da prorrogação, permaneceria até agosto.                                                                                               

Requisitos para receber

  • ser maior de 18 anos de idade;
  • não ter emprego formal;
  • não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, à exceção do Bolsa Família;
  • ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135);
  • que, no ano de 2018, não tiver recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Além da categoria acima, outros brasileiros também podem receber

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

Saiba como sacar 

Para realizar o saque não precisa de cartão. Porém, é necessário que tenha baixado o aplicativo Caixa Tem para gerar o código usado para acessar. O aplicativo já está disponível nas plataformas Android e iOS.
  • Faça o login no aplicativo Caixa Tem.
  • Após feito o login, escolha a opção “Saque sem Cartão”
  • Em seguida, clique em “Entrar” e escolha a opção “Saque Auxílio Emergencial”
  • Selecione “Gerar código para Saque”
  • Após isso, digite a senha cadastrada para acesso ao Caixa Tem
  • Após informar a senha, um código para saque será gerado.
  • O código tem validade de apenas 2 horas
  • O código deve ser usado no caixa eletrônico, no campo específico, ou fornecido na lotérica
      

Espanha anuncia volta do turismo e do Campeonato Espanhol

Segundo o site https://portaldeprefeitura.com.brVamos garantir que os turistas que cheguem não corram qualquer risco, nem tragam qualquer risco a nós”, afirmou Sánchez em uma coletiva de imprensa, sem dar detalhes adicionais                              .Espanha anuncia volta do turismo e do Campeonato EspanholEspanha reabrirá suas fronteiras para o turismo em julho e o Campeonato Espanhol de futebol voltará ainda antes, em junho, informou neste sábado (23) o primeiro-ministro do país, seguindo a reabertura gradual do país, que adotou um dos lockdowns — restrição de circulação — mais restritivos do mundo.
Os dois anúncios feitos pelo primeiro-ministro, Pedro Sánchez, coincidiram com pedidos de renúncia pelo partido de extrema-direita Vox, em razão do impacto do lockdown nos empregos e na economia.
O Vox convocou um protesto em várias cidades do país e reuniu milhares de pessoas em carreatas. “A partir de julho, o turismo estrangeiro retornará em condições seguras. Vamos garantir que os turistas que cheguem não corram qualquer risco, nem tragam qualquer risco a nós”, afirmou Sánchez em uma coletiva de imprensa, sem dar detalhes adicionais.
Os visitantes estrangeiros contribuem com aproximadamente um oitavo do PIB espanhol, e as medidas do governo, tomadas para conter a pandemia em um dos países europeus mais atingidos, causaram o fechamento de hotéis, bares e restaurantes, além de praias e parques, em um momento em que a temporada de turismo começaria a esquentar.
Cerca de um milhão de empregos foram perdidos apenas em março, quando começou o lockdown, e o Banco da Espanha previu que a economia encolherá 12% neste ano. Sánchez também afirmou que outro evento que movimenta muito dinheiro na nação, o Campeonato Espanhol de futebol, voltará no dia 8 de junho.
Os manifestantes deste sábado pediram que Sánchez e o vice-premiê, Pablo Iglesias — líder do partido de esquerda Podemos, que faz parte da coalizão de governo —, renunciem devido à forma como estão lidando com a crise e, especificamente, pela contração econômica.
“É hora de fazer muito barulho contra o governo do desemprego e da miséria que abandonou nossos autônomos e trabalhadores”, disse o Vox.
O governo disse que o lockdown foi o que controlou a pandemia no país. As medidas de confinamento estão sendo retiradas pouco a pouco, embora moradores de Madri e Barcelona, os epicentros nacionais do vírus, permaneçam em isolamento. Ambas as cidades amenizarão as restrições na segunda-feira, permitindo jantares fora de casa e aglomerações de até dez pessoas.
A Espanha registrou mais de 28.600 mortes pela covi-19 e mais de 230 mil casos, e Sánchez afirmou que haverá dez dias de luto nacional pelos mortos a partir da terça-feira.

Caixa abre neste sábado para pagamento do auxílio emergencial

Segundo o site https://portaldeprefeitura.com.brCerca de 901 agências estão disponíveis entre 8h e 12h.Caixa abre neste sábado para pagamento do auxílio emergencialHoje 901 agências da Caixa Econômica Federal vão abrir ao público para pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), pago pelo governo para mitigar os impactos da crise econômica em parte da população brasileira. As agências estarão abertas entre 8h e 12h. Serão atendidas as pessoas que fazem aniversário em maio, junho e julho.
Em entrevista online ontem (22), a vice-presidente de Governo, Tatiana Thomé, afirmou que não há necessidade de “madrugar na fila” antes do banco abrir. Segundo ela, a Caixa elaborou logística de atendimento para evitar aglomeração durante a pandemia do novo coronavírus.
“Não precisa chegar antes do horário de abertura das agências. Todos serão atendidos. Não é necessário chegar cedo porque nós fizemos um calendário para que não se tenha filas e aglomerações nas agências”, ressaltou Tatiana.
O governo continua liberando aos poucos o pagamento da segunda parcela do auxílio, considerando o mês de nascimento do beneficiário. Quem não conseguir ir ao banco no dia correspondente ao mês de aniversário, poderá ir em algum dia posterior. No caso do pagamento do Bolsa Família, no entanto, o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o programa.
No último sábado (16), a Caixa creditou R$ 246 milhões para 405.163 pessoas ainda da primeira parcela. Entre o dia 19 e 29 deste mês, a Caixa credita a primeira parcela para mais 8,3 milhões de beneficiários. Serão disponibilizados R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição.
Agência Brasil

PF apreende R$ 2 milhões com acusados de desvio de dinheiro público da saúde do Rio

Segundo o site https://oglobo.globo.comNo total, cinco pessoas foram presas suspeitas de desviar R$ 3,95 milhões em recursos públicos do estado do RioNa casa do empresário Luiz Roberto Martins, presidente do Conselho de Administração do Instituto Data Rio (IDR), foram encontrados R$ 1,5 milhão em espécie Foto: DivulgaçãoRIO - Na Operação Favorito, desencadeada nesta quinta-feira, a Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 2 milhões com os envolvidos num esquema de fraudes em contratos de prestação de serviço para Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) celebrado entre o estado e Organizações Sociais (OSs) de saúde. Só com o empresário Luiz Roberto Martins, presidente do Conselho de Administração do Instituto Data Rio (IDR), foram encontrados R$ 1,5 milhão em espécie. O dinheiro estava escondido na casa dele, em Valença, sul do estado. Em entrevista coletiva, realizada na tarde desta quinta-feira, o Ministério Público do Rio (MPRJ) apontou Martins como o chefe da organização criminosa acusada de desvio de dinheiro público.

O Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (GAECC/MPRJ), numa força-tarefa com o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal, cumpriram cinco mandados de prisão e 25 de busca e apreensão contra a quadrilha suspeita de crime de peculato ao desviar R$ 3,95 milhões em recursos públicos da saúde. Segundo a promotoria, os acusados devem responder também por formação de quadrilha. O promotor Eduardo Santos de Carvalho explicou que ainda não há provas contra a administração da secretaria estadual de Saúde, mas as investigações irão prosseguir no âmbito criminal.                                                                                                                              Coronavírus: Grupo de empresário preso hoje tentou expandir negócios com hospital de campanha
- Não há prova diretamente da participação da administração da SES (secretaria estadual de Saúde). Quem atestava os contratos era a própria OS. Não é necessária a participação de um servidor. A orientação é feita pela OS e a liberação dos contatos também, independente da fiscalização da secretaria - explicou o promotor.
O desvio dos recursos, segundo a promotoria, ocorria por meio de pagamentos superfaturados à empresa Dorville Refeições LTDA (atualmente denominada Dorville Soluções e Negócios LTDA), para fornecimento de alimentação às unidades de saúde. Ainda segundo a denúncia, o IDR celebrou dez contratos com a SES-RJ para a gestão das UPAs Botafogo, Cabuçu, Campo Grande I, Campo Grande II, Lafaiete, Magé, Mesquita, Queimados, Santa Cruz e Sarapuí. Para a gestão das unidades, recebeu um montante superior a R$ 763 milhões do Fundo Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, entre os anos de 2012 e 2019.

Luiz Roberto, ex-presidente do IDR e atual presidente do Conselho de Administração da OS, é apontado, na denúncia, como controlador do esquema e exercia poder decisório sobre a administração do IDR, com o auxílio de Luciano Leandro Demarchi e Lisle Rachel de Monroe, que tinha funções de superintendente de serviços de saúde e superintendente financeiro e administrativo da OS, respectivamente.                                                                  Relações no estado: Empresário Mário Peixoto teve ascensão durante os governos de Cabral e Pezão
Embora a Dorville fosse representada, à época da contratação, por sua sócia ostensiva Gleice Dorville Costa, quem efetivamente exercia a gestão e o controle sobre a empresa era Carla dos Santos Braga, que após ter sua prisão temporária decretada pela Justiça Federal por ocasião da operação “Pão Nosso”, deflagrada pelo GAECC/MPRJ em parceria com a Força-Tarefa da operação “Lava-Jato” no Rio, prestou à Polícia Federal declarações sobre o esquema criminoso mantido junto ao IDR.

Superfaturamento


Através de decisão judicial, que autorizou o monitoramento telefônico e telemático da empresária, foi possível identificar o esquema de desvio de recursos públicos, pelos denunciados, através de uma rotina dividida em quatro etapas: de acordo com a denúncia, por ordem de Luiz Roberto, Lisle emitia mensalmente planilhas indicando quantidades superfaturadas das refeições fornecidas pela Dorville, em seguida encaminhadas por Luciano Leandro para Carla. A empresária, com o conhecimento e consentimento de Luiz Roberto, seria responsável por emitir notas fiscais superfaturadas em nome da empresa, indicando o fornecimento em quantidades superiores ao serviço efetivamente prestado.   Policiais federais apreendem cofre no apartamento do empresário Mário Peixoto na Barra da Tijuca. Deflagrada pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) nesta quarta-feira, a Operação Favorito, mais uma etapa da Lava-Jato no Rio, prendeu o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Paulo Melo e o empresário Mário Peixoto Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo Novo recorde: Estado do Rio registra 197 mortes por coronavírus em 24 horas
Luiz Roberto, por sua vez, autorizaria a realização dos pagamentos em favor da empresa e Carla promovia o repasse dos valores recebidos a mais outro cúmplice,  Leandro Braga de Sousa. Dono da empresa LP Farma Comércio Importação Exportação e Distribuidora de Produtos Hospitalares LTDA, Leandro também tinha contratos com a IDR para o fornecimento de insumos hospitalares. Ele era responsável por repassar os valores recebidos ilegalmente aos integrantes da organização criminosa.

Com o encerramento dos contratos celebrados pela Secretaria Estadual de Saúde com o Instituto Data Raio, o grupo estendeu sua atuação para outras organizações sociais, incluindo o Instituto Unir Saúde, que também foi contratado para assumir a gestão de UPAs estaduais.

Até agora, apenas Leandro ainda não havia sido preso, até o início da noite desta quinta-feira.

O que dizem os citados


Em nota, o Palácio Guanabara informou que a Controladoria-Geral e a Procuradoria-Geral do Estado do Rio solicitaram à Justiça Federal informações sobre empresas e pessoas envolvidas na Operação Favorito para analisar todas as suspeições levantadas por promotores. Enquanto durar a auditoria, todos os pagamentos a fornecedores estarão suspensos. O governador Wilson Witzel afirmou apoiar as investigações e disse ser inadmissível que pessoas queiram cometer crimes durante a pandemia.            O Iabas, também, em nota, afirmou rejeitar toda e qualquer acusação de corrupção e frisou que seu contrato com o estado é absolutamente legal. A OS também destacou que não mantém qualquer relação com Mario Peixoto.

Por meio de advogados, Peixoto e Paulo Melo criticaram a Operação Favorito e garantiram inocência. Representantes dos outros citados na reportagem não foram localizados.   

Brasil proíbe entrada de estrangeiro por 30 Dias.

Segundo a matéria que foi publicado pelo extra do Diário Oficial da União neste sábado(23)Uma portaria que restringe a entrada de estrangeiros por 30 Dias no Brasil.
Por motivo da pandemia do novo coronavírus  ica proibido  por qualquer estrangeiro seja terrestre ou via aérea ou aquaviário  e que poderá se estender o prazo por recomendação técnica da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que recomendou a restrição.                                                                                                                            Vejam a materia completa no site   https://www.em.com.br          

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Jovem é morto com tiro na cabeça dentro de casa em Palmares

Segundo o site https://portalpe10.com.brPopulares ouviram os disparos, viram o suspeito fugindo e acionaram a polícia.Na noite da quinta-feira (21) um jovem de 20 anos foi morto a tiros em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas acionaram a polícia e informaram que ouviram disparos vindos da casa da vítima, e depois viram um homem encapuzado fugindo em uma moto.
A vítima estava na sala da casa e morreu no local. As polícias Civil e Científica confirmaram que o jovem apresentava lesão na cabeça provocada por arma de fogo.
O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML). A autoria e motivação do crime são desconhecidas.

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos entre abril e julho neste fim de semana

Segundo o site https://extra.globo.comCaixa vai liberar o pagamento do auxílio emergencial para mais um grupo de beneficiários neste fim de semana.Segunda parcela do auxílio emergencial só poderá ser sacada dia 30 de maio Nesta sexta-feira (22), serão contemplados com a primeira parcela, caso ainda não tenham recebido, os nascidos em abril. Já as pessoas que nasceram nos meses de maio, junho e julho receberão o benefício no sábado (23).
Antes de ir às agências ou lotéricas efetuar o saque, é necessário conferir no aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial ou no app Caixa Tem se o benefício consta como aprovado. Também é possível fazer a verificação pelo site auxilio.caixa.gov.br; na central de atendimento Caixa, pelo telefone 111; ou na central de atendimento do Ministério da Cidadania, discando 121.                                                              Para retirar o dinheiro, é preciso, antes, fazer um procedimento: o cidadão deve atualizar o aplicativo Caixa Tem, fazer o login novamente, clicar em "Saque sem Cartão" e informar a quantia que deseja sacar. Dessa forma, conseguirá gerar um código autorizador de saque. Essse número é uma espécie de Token, com validade de duas horas, que precisa ser informado no caixa eletrônico, na lotérica ou nos correspondentes Caixa Aqui para que o pagamento seja liberado.                                                                

Pagamento da segunda parcela do benefício

As pessoas que fazem aniversário entre maio e agosto, que têm direito ao auxílio emergencial e já receberam a primeira parcela, terão acesso a mais um crédito de R$ 600 nesta sexta e sábado. No entanto, o dinheiro não poderá ser sacado nas agências ou lotéricas. O beneficiário poderá movimentá-lo apenas pelo aplicativo Caixa Tem, pagando boletos, por exemplo, ou ainda através de compras com o cartão de débito digital.
Neste primeiro momento, a funcionalidade de transferência bancária não estará disponível no aplicativo para os beneficiários da segunda parcela, como forma de evitar o aumento do movimento em agências bancárias. Transferências ou saques poderão ser feitos apenas a partir do dia 30 de maio.

Veja o passo a passo para emitir o cartão virtual:

  1. O primeiro passo é verificar se o aplicativo Caixa Tem está atualizado. Se não estiver, é preciso baixá-lo novamente na Google Play (aparelhos com sistema Android) ou na App Store (dispositivos com sistema iOS). Feito isso, para emitir o cartão, basta clicar na opção Cartão de Débito Virtual, apresentada logo na tela inicial.
  2. Depois disso, vai aparecer uma tela com duas opções: "Quero saber mais" e "Usar meu cartão virtual agora". A segunda deve ser selecionada.
  3. Em seguida, será necessário digitar a senha do app Caixa Tem.
  4. Vai aparecer na tela, então, uma imagem com os dados do seu cartão virtual, incluindo nome, número com 16 dígitos, validade e código de segurança com três dígitos. Já é possível utilizá-lo.
A cada compra, o número do cartão permanecerá o mesmo, mas o código de segurança será alterado. Por ser um cartão de débito, não é possível fazer parcelamentos, apenas utilizá-lo para compras à vista, desde que haja saldo na conta do beneficiário.
De acordo com o diretor de Produtos da Cielo, Francisco Santos, mil máquinas estão instaladas em redes de supermercados, grandes farmácias e lojas de material de construção e, em breve, outras 15 mil máquinas serão habilitadas remotamente no Estado do Rio.                                                                        

Pagamentos do Bolsa Família

O calendário para os elegíveis do programa Bolsa Família ocorre da mesma forma do benefício regular conforme o número final do Número de Identificação Social (NIS). Nesta sexta-feira (22), 1,9 milhões de pessoas, com NIS 5, irão receber o crédito.                      

Prefeito do Rio deve apresentar nesta sexta-feira plano de reabertura do comércio

Segundo o site https://extra.globo.comApesar de as estatísticas ainda mostrarem que vem crescendo rapidamente o número de pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 em todo território fluminense, principalmente na capital, o prefeito do Rio, No último dia 7, a prefeitura fechou o calçadão de Campo Grande num lockdown pontual. Agora, quer retomar o comércioMarcello Crivella, afirmou na quinta-feira, após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro em Brasília, que submeterá ao “conselho científico” do município, nesta sexta, um plano elaborado com empresários para retomar o setor do comércio e parte do setor de serviços do Rio, fechados por conta da pandemia de coronavírus.Crivella deixou reunião com o presidente Bolsonaro dizendo que elaborou plano para reaberturaEm 24h, segundo a Secretaria estadual de Saúde foram registrados 1.716 casos a mais no estado, somando 32.089 desde o início da pandemia. De um dia para o outro, foram 175 novos registros de mortes, sendo 127 na cidade do Rio. Ao todo, 3.412 pessoas já morreram. Pouco antes da divulgação dos boletins do estado e do município, Crivella anunciava seus planos de relaxamento da quarentena.
— Estamos no estudo da retomada. Se Deus quiser, nos próximos dias vamos começar a reabrir as coisas — declarou ao sar da reunião, realizada a convite de Bolsonaro, que critica o isolamento social adotado por governos estaduais e prefeituras.
Segundo o prefeito, a reabertura será escalonada “como em todo lugar do mundo”. Ele disse que houve queda de 80% das aglomerações e do número de passageiros em ônibus, o que daria “sinais no horizonte que devemos voltar as atividades”.
Sobre o “estudo da retomada”, disse que o plano foi formulado com empresários do Rio “de todos os setores que tiveram paralisação, sobretudo o comércio e parte do setor de serviços”.
— Nós todos sentamos, fizemos um projeto e eu quero apresentar à comunidade científica, para, diante dos leitos que estamos abrindo, e também da diminuição da velocidade de contágio, podermos retomar as atividades do Rio — disse.

“Porque aconteceu o caos na distribuição do auxílio emergencial”, por Luís Nassif

Segundo o site https://ricardoantunes.com.brPor Luís Nassif, do GGN – O beneficiário do auxílio emergencial é identificado pelo número do Cadastro NIS (Número de Identificação Social), da mesma maneira que os beneficiários do Bola Família e da garantia de safra.“Porque aconteceu o caos na distribuição do auxílio emergencial”, por Luís NassifEra perfeitamente possível que o auxílio emergencial fosse pago juntamente com o calendário do Bolsa Família. A norma, atualizada em 13 de abril, determinava que se o beneficiário não tivesse conta digital social, poderia sacar no caixa, assim como os beneficiários do Bolsa Família que não possuem cartão do cidadão.                                                                                                                      No entanto, os dirigentes da caixa recorreram a diversas campanhas informando:
1- O calendário de saque para quem já recebia bolsa família;
2- O calendário de saque para quem já era inscrito no CadÚnico (que já tinha número de NIS) mas não recebia nenhum benefício;
3- Os demais casos não tiveram uma data definida de imediato, foi informado para aguardarem abertura de conta digital;
4- Quem já tinha conta na caixa ou outro banco, o crédito cairia na conta (houve falhas no crédito e algumas pessoas que tinham conta não receberam, e tiveram a conta digital aberta).
Por isso, o pessoal que se cadastrou posteriormente ficou sem saber quando iria receber, o que causou enormes aglomerações, já que as agências tinham poucos funcionários assoberbados com o dia a dia, sem tempo sequer para ler as normas internas e, por isso, tendo de seguir as orientações para que aguardassem a abertura das contas.
Chegaram a divulgar no site da Caixa que, quem não tivesse acesso à Internet, poderia fazer o cadastro nas agências, algo impossível dada a aglomeração das pessoas.
A consequência foi um sentimento terrível de impotência dos funcionários, receio de se contaminarem com as aglomerações, tendo que atender um a um para identificar as dúvidas e passar as informações.  Bastaria o pagamento ter sido feito como no Bolsa Família para poupar sofrimentos de todos, funcionários e beneficiários.                                  Em vez de se valer do processo normal, as contas digitais demoraram mais de duas semanas para serem abertas, provocando filas enormes, com pessoas dominado nas calçadas até serem atendidas.
Depois das contas abertas, o saque seria feito por meio de um aplicativo Caixa Tem, com uso de token e senha de 6 dígitos) no caixa eletrônico ou lotéricas. Outra odisséia. Havia pessoas que levavam mais de uma semana para  finalizar o cadastro no outro aplicativo, que ficava congestionado. Quem tivesse problemas era orientado para ligar no número 111, que estava sempre congestionado. E quem tivesse problema com o Caixa Tem, ligasse num 0800 que disponibilizaram, porém o menu desse número ficava mudo. O que levava as pessoas a irem às agências.
Como muita gente enfrentava dificuldades, os tokens passaram a ser gerados nas próprias agências, promovendo novo massacre dos clientes e dos funcionários, tendo que preencher um formulário e tirar cópia de documentos para poder gerar o token. Quando o token não funcionava para saque no caixa eletrônico, para receber na “boca do caixa” havia a necessidade de digitalizar a documentação do cliente e preencher um formulário na agência.
A partir daí, o caos estava instalada. Houve gente que ainda não conseguiu receber nem a primeira parcela. E pessoas que tinham conta e o crédito não caiu na conta. Ainda há pessoas que tiveram o crédito em contas impeditivas para saque, ou por ser de outra agência ou por estarem com pendências de cadastro.
Até agora não foi explicado a quem interessou a abertura das contas digitais. Ou o motivo de não ter sido feito o pagamento avulso. Será que a logística de carro-forte seria mais difícil? Será que houve contrato para desenvolver os app’s ou se foi feito pela área de tecnologia da caixa?
Além disso, o sistema abriu espaço para vários tipos de fraudes.
1- beneficiários do INSS cujo cadastro não consta número de CPF;
2- cadastros efetuados por contadores de empresas (há clientes que dizem que o recurso caiu na conta e não tinham solicitado);
3- transferências do auxílio para contas de empresa.