domingo, 17 de dezembro de 2017

Com a crise, número de brasileiros que deixa o país dispara

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Perfil de emigrantes é, na maioria, pessoas de 30 a 55 anos, que se mudam com a famíliaCom a crise, número de brasileiros que deixa o país disparaquantidade de pessoas que deixou oficialmente o Brasil para morar no exterior subiu 165% nos últimos sete anos. Em 2011, 8,1 mil declarações de saída definitiva foram entregues à Receita Federal. Já em 2017, o número quase dobrou: 21,7 mil brasileiros deixaram o país até 13 de dezembro deste ano (dados mais recentes).                                   Como explica o 'G1', que teve acessos aos dados, o maior salto ocorreu justamente no auge da crise econômica no país, que aconteceu de 2015 a 2016. Neste período, as declarações saltaram mais de 40%. No ano anterior, o aumento tinha sido de 19% e, de 2013 para 2014, foi 24%. Os dados contabilizam tanto brasileiros quantos estrangeiros que residiam no Brasil.
"Havia a expectativa de que a economia ia começar a melhorar e também um movimento xenófobo [no mundo], que poderia desacelerar esse processo [de saída do Brasil]. Mas as perspectivas para a política no ano que vem desanimam", explica Jorge Botrel, sócio da JBJ Partners, empresa especializada em empreendedorismo e expatriação para os Estados Unidos.
Segundo o especialista, a demanda por assessoria para deixar o Brasil vem crescendo e o perfil mudou. "Estamos falando de pessoas qualificadas. O perfil do imigrante não é mais aquele que vem com uma mão na frente e outra atrás. São altos executivos, que estão abandonando suas carreiras para abrir um negócio, pessoas com PhD. É um movimento triste, porque o Brasil está perdendo recursos", lamenta.
De acordo com Botrel, o perfil de emigrantes é, na maioria, pessoas de 30 a 55 anos, que se mudam com a família. "São casais com filhos pequenos que querem dar um futuro melhor para eles, muitos empresários", conclui.
Os investimentos de brasileiros em imóveis no exterior quase dobraram de 2011 para 2016: de US$ 3,6 bilhões para US$ 6,1 bilhões, segundo o Banco Central.
Os Estados Unidos são o país preferido, que recebeu US$ 2,3 bilhões dos aportes em imóveis no ano passado. Portugal está em segundo lugar, com US$ 725 milhões, seguido de França (US$ 589 milhões) e Itália (US$ 290 milhões).  

Falta de refinarias pode gerar racionamento de combustíveis

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Estudo calcula déficit de 19 bilhões de litros de combustíveis fósseis em 2030Falta de refinarias pode gerar racionamento de combustíveisPaís do pré-sal corre risco de um racionamento de combustíveis a partir de 2025 por falta de refinaria para processar o petróleo e de infraestrutura para importar. Segundo a consultoria Strategy&/PwC, o crescimento da demanda e o compromisso ambiental firmado na última Conferência Global do Clima vão exigir investimentos de R$ 87 bilhões a R$ 95 bilhões até 2030. Se nada for feito, em sete anos o abastecimento, especialmente de diesel, ficará comprometido.                                                                      O estudo foi encomendado pelo Sindicom, que representa as grandes distribuidoras. Ciente de que a Petrobrás não vai mais correr atrás da solução, como no passado, o sindicato começou a pressionar o governo com uma pauta de reivindicações que vai ganhar força a partir de 2018. O pesadelo das distribuidoras é que a economia finalmente cresça, mas falte infraestrutura para dar vazão ao potencial de consumo da população.
O presidente do Sindicom, Leonardo Gadotti, disse que o prazo e o tamanho da crise dependem do crescimento do consumo e dos preços. "Os problemas podem ser antecipados se o País crescer mais que o previsto. Mas o consumo pode ser reduzido por força de preço".
Para o sócio da Inter.B Consultoria, Cláudio Frischtak, "um eventual racionamento poderia levar a enormes perdas de bem estar da população, como em qualquer racionamento, sob o agravante de que o combustível é essencial para o deslocamento". Também poderia reduzir o crescimento da economia.
O estudo calcula um déficit de 19 bilhões de litros de combustíveis fósseis em 2030. Para cobrir a lacuna seria necessário ampliar a capacidade de produção em pelo menos 300 mil barris/dia. O gasto previsto é de R$ 33 bilhões. Para atender exigências da COP-21 o País precisará de R$ 7 bilhões para ampliar a produção de biodiesel e R$ 40 bilhões para elevar a oferta de etanol.
Se nada for feito, será preciso importar combustíveis, o que exigiria gastos em portos, tanques, ferrovias e dutos - de R$ 12 bilhões a R$ 15 bilhões até 2030 Com informações do Estadão Conteúdo. 

Homem grita 'Globo lixo' ao vivo e repórter responde à altura

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Incidente aconteceu durante reportagem dentro do Mercado Municipal de São Paulo, neste sábadoHomem grita 'Globo lixo' ao vivo e repórter responde à alturaOrepórter Filippo Mancuso, da rede Globo, deu uma resposta atravessada a uma provocação ao vivo na tarde deste sábado (16). As informações são da Veja São Paulo.      O jornalista fazia uma reportagem no Mercado Municipal de São Paulo quando um homem de óculos escuros se aproximou da câmera e disparou: "Globo lixo!". Tentando evitar maiores constrangimentos, o câmera cortou a imagem do repórter para mostrar uma barraca de frutas. 
"Boa tarde pra você também, boa tarde", respondeu Mancuso. "Tem sempre um engraçadinho fazendo bobagem por aqui. Mas faz parte", completou.  

Polícia acha menina de 4 anos morta embaixo da cama de vizinho

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: O vizinho, um homem de 41 anos, já havia fugido da residência quando os policiais chegaramPolícia acha menina de 4 anos morta embaixo da cama de vizinhoUma menina de 4 anos que estava considerada desaparecida desde sexta-feira (16), enquanto brincava na rua de casa, em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo, foi encontrada morta embaixo da cama do vizinho.                                                                      De acordo com a publicação do portal UOL, desconfiança partiu da mãe da criança, que pediu que os policiais investigassem a casa do vizinho. A mulher do vizinho deixou que os policiais entrassem na residência e lá eles encontraram o corpo de Clara Lemos dos Santos, escondido embaixo de uma cama.
O vizinho, um homem de 41 anos, já havia fugido da residência quando os policiais chegaram. Até a tarde de sábado ele não havia sido encontrado. A polícia o considera o principal suspeito do assassinato, mas não divulgou o que teria motivado o crime.

Palco cai durante festa rave, mata DJ e deixa três feridos no RS

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Kaleb tinha 30 anos e se apresentava quando ventos fortes derrubaram a estrutura onde estavaPalco cai durante festa rave, mata DJ e deixa três feridos no RSVentos fortes provocaram o desabamento do palco da festa rave Atmosphere, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, Região Metropolitana de Porto Alegre, na tarde deste domingo (17). Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas.A vítima, que era DJ, foi identificada como Kalleby Freitas da Rosa – que assinava como "Kaleb" – , e tinha 30 anos. Ele se apresentava na festa no momento em que a estrutura caiu. Outras três pessoas tiveram ferimentos leves e foram levadas para o Hospital São Camilo, em Esteio.
O local foi isolado para trabalho da perícia. De acordo com os bombeiros, o evento possuía todos os laudos necessários, mas o vento superou a capacidade de sustentação da estrutura. Segundo o 'G1' com informações da Defesa Civil, havia entre 4 mil e 5 mil pessoas no evento.Desabamento de palco em festa rave em Esteio deixou uma vítima (Foto: Cristine Gallisa/RBS TV)
Ainda de acordo com os bombeiros, uma segunda pessoa morreu no evento antes do desabamento, possivelmente devido à overdose de alguma substância. A identidade não foi divulgada.                                                                                                                         

Vereadora propõe que custo da prisão seja pago pelo condenado

Segundo o site  http://www.portalpolicial.ga: “Os gastos por apenado no país circulam em torno de R$ 40 mil por ano, enquanto um aluno universitário custa em média R$ 15 mil neste mesmo período”, argumenta Carla Pimentel. 👍O preso deve indenizar o Estado “das despesas realizadas com a sua manutenção, mediante desconto da remuneração de seu trabalho”. “A desoneração do Estado e da população com os custos de cada presidiário é a certeza que o cidadão de bem não será vítima do sistema”, diz a parlamentar. Para ela, o objetivo é que o criminoso assuma o “real custo de seus atos”, diminuindo assim os gastos da União.

Pernambuco contabiliza quase seis estupros por dia em novembro

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: No penúltimo mês de 2017, foram contabilizados 171 casos de violência sexual, o que equivale a uma média de 5,7 vítimas de estupro. Dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS).De janeiro a novembro deste ano, Pernambuco registrou 1.961 casos de estupro (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Quase seis pessoas foram vítimas de estupro por dia em Pernambuco durante novembro de 2017. Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS), na sexta-feira (15), o estado registrou 171 casos de violência sexual no referido mês, o que corresponde a uma média diária de 5,7 estupros. De janeiro a novembro deste ano, Pernambuco contabilizou 1.961 casos de estupro.
Com 36 registros de estupros em novembro, Recife dispara na frente dos outros municípios. A capital pernambucana teve mais que o dobro do número de casos da segunda colocada, Paulista, onde houve 15 ocorrências. Em seguida, aparecem Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, com 12 casos; Caruaru, no Agreste, com oito; e Olinda, na Região Metropolitana do Recife, com seis.        Casos de estupro contabilizados em 2017
MesesJaneiroFevereiroMarçoAbrilMaioJunhoJulhoAgostoSetembroOutubroNovembro130140150160170180190200
Maio
 : 186
Fonte: Secretaria de Defesa Social de Pernambuco
Analisando os meses de 2017, os 193 casos contabilizados em setembro fizeram desse mês o que mais apresentou ocorrências de estupro, equivalendo a uma média de 6,4 vítimas por dia. Janeiro, com 196 estupros, aparece logo depois, com uma média diária de 6,3 estupros. Três meses aparecem no terceiro lugar, todos com uma média de 6,1 estupros por dia: fevereiro, com 173 casos; março, com 191; e agosto, com 190.
Em outubro, foram contabilizados 183 estupros, uma média de 5,9 por dia, enquanto em junho os 169 casos registrados equivalem a uma média diária de 5,6 casos. Por sua vez, abril somou 167 estupros, com média de 5,5 casos a cada dia. Com um total de 142 estupros, o que equivale a 4,5 casos por dia, julho foi o mês com menos ocorrências contabilizadas em 2017.                                      O G1 entrou em contato com a SDS para solicitar uma nota sobre o número de estupros em Pernambuco e sobre as ações que o governo do estado tem feito para diminuir esses índices e aguarda resposta.

Cinco mil homicídios em 2017

Com os 456 assassinatos contabilizados em novembro de 2017, Pernambuco ultrapassou a marca de cinco mil homicídios cometidos em menos de um ano. Ao todo, 5.030 pessoas foram assassinadas no estado entre os meses de janeiro e novembro deste ano, de acordo com dados divulgados pela SDS. Esse índice é o maior em uma década de Pacto pela Vida, programa instalado pela administração estadual em 2007 para diminuir o número de mortes violentas no estado.
Em 2016, o estado somou 4.479 homicídios cometidos entre janeiro e dezembro. Em 2017, até novembro, foram 551 assassinatos a mais do que no ano anterior. Em relação aos 3.889 homicídios registrados em 2015, o ano de 2017, mesmo sem ter terminado, já soma 1.141 assassinatos a mais.