Nicole Silveira conquista a segunda melhor marca do Brasil nos Jogos Olímpicos de Inverno

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/esportes: Atleta do skeleton ficou na 13ª posição, em Pequim. Em 2006, Isabel Clark ficou na 9ª posição no snowboard

A representante brasileira no skeletonNicole Silveira, conseguiu a segunda melhor marca do Brasil em Jogos Olímpicos de Inverno.         Neste sábado (12), em Pequim, a atleta terminou a competição na 13ª posição. Seu desempenho fica atrás apenas do de Isabel Clark, que em 2006, ficou em 9º no snowboard.  

A atleta, de 27 anos, acredita que o Brasil pode conseguir uma medalha na próxima edição dos jogos, em 2026, na Itália.

Nicole, que nasceu no Brasil, mas mora no Canadá desde a infância, pratica o esporte há apenas três anos. Antes, ela praticou vôlei, rúgbi, futebol e fisiculturismo.

Sua primeira experiência com um esporte de inverno foi com o bodsled. Ela foi convidada a ser a breaker — atleta que fica atrás do trenó e é a responsável pelo freio — da equipe brasileira. Porém, como não conseguiram a vaga pra os jogos de Inverno de 2018, ela migrou para o skeleton.  

A brasileira disputou a final contra a própria namorada, a belga Kim Meylemans, que é mais experiente do que ela, e a superou.

A companheira de Nicole não fez uma boa prova na final e ficou na 18ª posição. O ouro ficou com a alemã Hannah Neise, o prata com a australiana Jaclyn Narracott e o bronze com a holandesa Kimberley Bos.  

Postar um comentário

0 Comentários