Header Ads Widget

header ads

Saiba qual tipo e intensidade de exercício físico indicado para cada fase do ciclo menstrual

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Atividades físicas impactam positivamente no corpo da mulher durante ciclo menstrual, mas é importante moderar intensidade

Por mais habituado que um corpo esteja a se exercitar, há dias em que o mínimo esforço parece exigir muito, principalmente quando o ciclo menstrual entra em ação. Embora seja essencial para o funcionamento do organismo da mulher, esse período chega acompanhado por incômodos bastante conhecidos, como cólicas, dores pelo corpo e inchaços. Por mais que nessa fase fique complicado realizar alguma atividade física, é justamente ela que pode ajudar a minimizar as dores, conhecidas como dismenorreia primária, e os demais desconfortos.                                          Todos os sintomas característicos da menstruação, como inchaço, indisposição e falta de ânimo, ocorrem por conta da variação hormonal pela qual o corpo passa, conforme explica a ginecologista, uroginecologista e especialista em Estética Íntima, Anitcia Bueno. Durante essa fase, há uma baixa na serotonina - o neurotransmissor conhecido por trazer bem-estar e regular o humor -, que acaba refletindo no rendimento das atividades, sobretudo as físicas.

De acordo com um estudo da Universidade de Hong Kong, a prática de exercícios físicos impactam, diretamente e positivamente, no corpo da mulher durante o ciclo menstrual. "Isso ocorre porque a atividade física melhora a oxigenação dos músculos do cérebro, aliviando a dor pélvica, ansiedade, irritabilidade, insônia, náuseas, entre outros", pontuou Anitcia.  

Folha de Pernambuco    

A estudante de Publicidade Victoria Giovanna, 21, costuma sentir cólicas durante o período menstrual, mas desde que conheceu o yoga conseguiu melhorar a relação com o seu corpo durante os dias em que os sintomas são mais pesados. "Durante a menstruação, eu não costumo me cobrar quanto à realização de atividades físicas, justamente pelo desconforto, mas eu sinto que me alongar e me exercitar, respeitando os limites do meu corpo, alivia muito as dores da cólica", relatou. "E eu também percebo uma interferência no meu ciclo quando me exercito. Ele costuma ir embora mais rápido", emendou.                                                                                  .

Atividades recomendadas

Segundo a professora de Educação Física, Maria Julia Manguinho, o exercício libera neurotransmissores que geram a sensação de bem-estar. "Além disso, há uma maior vasodilatação, o que permite que os músculos tenham um aporte sanguíneo maior, aliviando um pouco os desconfortos menstruais", destacou Maria Julia.

Ainda de acordo com Manguinho, nessa fase a indicação é diminuir um pouco a intensidade do exercício, seja ele qual for. "Não há restrição de atividade, o ideal é o que a pessoa se sente bem para fazer, pode ser pode ser aeróbico, yoga, de força, mas sempre lembrando de não exagerar na intensidade", enfatizou.


Uma outra dica dada pela professora é conhecer a duração do seu ciclo menstrual e entender como o seu corpo se manifesta com cada atividade, ou seja, qual exercício vai deixar você melhor. Vale também relaxar a mente e não ficar se cobrando por ter "maneirado" nos treinos durante a menstruação.   

Postar um comentário

0 Comentários