terça-feira, 10 de março de 2020

Megaoperação contra o crime organizado tem confronto entre PM e bandidos em MG

Segundo o site https://www.otempo.com.brMais de 110 militares participam da megaoperação em Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata; objetivo é prender integrantes de uma quadrilha na cidadeMegaoperação PM GaecoCriminosos que integram uma quadrilha responsável pelo tráfico de drogas e por coordenar homicídios em Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata, são o alvo de uma megaoperação da Polícia Militar de Minas Gerais e do Gaeco, na manhã desta terça-feira (10).
Os suspeitos procurados são extremamente perigosos, segundo a PM, e, pouco tempo após o início das ações nas ruas, houve confronto entre criminosos e agentes. Um suspeito morreu após ser atingido por um disparo de arma de fogo, como detalhe o major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar. 
"Nossos policiais passam bem. O indivíduo que foi atingido por disparos de policiais em defesa da própria vida foi socorrido ao hospital, mas veio a óbito. Com ele foi apreendida uma arma de fogo". 
Snipers, mais de uma centena de militares e cães farejadores estão nas ruas do município com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra esses suspeitos. Helicópteros e viaturas também contribuem apoiando os trabalhos. 
Até o momento, os militares e investigadores do Gaeco já prenderam suspeitos e apreenderam drogas e armas. Ainda não há informações concretas sobre número de pessoas detidas ou quantidade de drogas recolhidas. Outros detalhes sobre a megaoperação serão repassados apenas nas próximas horas, como explica o major Flávio Santiago. 
"A PM está desempenhando agora uma megaoperação junto com o Gaeco na cidade de Visconde do Rio Branco, é uma operação contra o crime organizado, diversos mandados de prisão estão sendo cumpridos, também buscas e apreensões são feitas, vasto efetivo da PM, helicóptero, viaturas, cães farejadores e até snipers estão envolvidos nessa operação", detalha. 
Além dos militares de Bope, Rotam e Batalhão de Choque que estão nas ruas, equipes do Comando de Policiamento Especializado também apoiam a operação com serviços de inteligência.
Esta matéria está em atualização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário