quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

PMs e bombeiros grevistas retiram balaclavas do rosto durante greve no Ceará, novo diálogo é aberto

Segundo o site https://www.revistaceara.com.br: Uma comissão formada pela OAB, MP-CE e o TJ-CE, recebeu as primeiras pautas com as reivindicações dos PMs. Durante reunião apresentada em comissão inclui; anistia criminal e salário de R$ 4.923 para soldados.Policiais militares e bombeiros grevistas, optaram por retirarem todas as balaclavas do rosto, durante greve geral no Ceará. Militares temiam retaliação por parte do governador Camilo Santana (PT).
Uma comissão foi formada pela OAB, MP-CE e o TJ-CE, e recebeu as primeiras pautas com as reivindicações dos PMs. Durante reunião apresentada em comissão inclui; anistia criminal, salário de R$ 4.923 para soldados, além do auxílio saúde, auxílio risco de vida e plano habitacional.
O objetivo da reunião foi avançar em um diálogo que possa dar fim à paralisação de parte da Polícia Militar no Ceará, que já chega ao 10º dia. Na ocasião, o procurador-geral Manuel Pinheiro, informou ainda à imprensa que, a partir de agora, as informações sobre a situação vão ser sigilosas. Os policiais se mantêm amotinados desde o dia 18 de fevereiro, reivindicando um reajuste salarial no 18º Batalhão da Polícia Militar no bairro Antônio Bezerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário