quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Mãe de atirador que confessou matar três pessoas em briga de trânsito vira ré por homicídio

Segundo o site https://gauchazh.clicrbs.com.brPara o Ministério Público, Neuza Regina Bitencourt Vidaletti foi coautora dos assassinatosRonaldo Bernardi / Agencia RBSTrês pessoas foram mortas durante briga de trânsito na Estrada do Varejão, no bairro Lami
 A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público e tornou ré por homicídio a mãe de Dionatha Bitencourt Vidaletti, 24 anos, que confessou matar três pessoas de uma mesma família em discussão de trânsito na zona sul de Porto Alegre. Com isso, Neuza Regina Bitencourt Vidaletti passa a responder formalmente pelo crime na Justiça.                                                                                                                       Para o Ministério Público, a mulher foi coautora dos assassinatos de Rafael Zanetti Silva, 45 anos, Fabiana da Silveira Innocente Silva, 44, e Gabriel Innocente Silva, 20. O promotor Eugênio Paes Amorim entende que Neuza, "levando a arma de fogo ao momento da desavença, bem como ao atirar a esmo e ao não impedir que o denunciado Dionatha, seu filho, pegasse a arma, houve omissão relevante causal e, sendo assim, concorreu para a prática do crime".                                                                                   Junto com a denúncia, o MP ainda encaminhou um pedido de prisão preventiva da mulher, que foi negado pela Justiça por "não preencher requisitos previstos da legislação penal". Como condição,  ela precisa comparecer em cartório, manter endereço atualizado e não pode se afastar da Região Metropolitana sem autorização do juiz.
Já em relação a Dionatha, a defesa pediu revogação da prisão, mas a Justiça negou. Com isso, ele vai permanecer detido.
Procurado, os advogados Marcos de Sousa e Michelle Brião, que defendem os réus, afirmaram que "ainda não tivemos acesso à denúncia, por esta razão, neste momento,  nos manteremos silentes".    

Nenhum comentário:

Postar um comentário