sábado, 28 de dezembro de 2019

Lojistas contestam dados sobre alta na venda de Natal

Segundo o site https://oglobo.globo.comEntidade dissidente de comerciantes de shopping pretende questionar na Justiça crescimento de 9,5%, divulgado por associaçãoCompras de Natal em Shoppings do Rio. Foto: Pedro Teixeira / Agência O GloboRIO — AAssociação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos), que reúne lojas menores de shoppings, está contestando os dados de crescimento de vendas de Natal divulgados pela Alshop, associação que também reúne lojistas de shopping. A Ablos, que é uma dissidência da Alshop, diz que pretende entrar na Justiça no início do ano para que os dados sejam revistos.
Segundo a Alshop, as vendas de Natal cresceram 9,5% em 2019 em relação ao ano anterior e, no acumulado do ano, o movimento subiu 7,5% no varejo de shopping.
“Gostaríamos de estar comemorando tal feito, mas infelizmente não aconteceu, tratam-se de informações meramente especulativas, sem nenhum critério técnico”, declara em nota Tito Bessa Junior, presidente da Ablos e fundador da rede de lojas TNG.
A Ablos foi criada em fevereiro deste ano por um grupo de empresários do varejo do segmento de lojas satélites, que são as que têm até 180 metros quadrados, em contraposição às lojas âncoras dos shoppings. Segundo a Ablos, há cem marcas associadas, representando cinco mil pontos de venda.
Para a Ablos, não existe “uma fonte legal e de credibilidade para dar suporte a tais informações (alta nas vendas)”. Segundo a nota distribuída ontem, a “informação amplamente divulgada é temerária uma vez que não reflete a realidade”.
Segundo a Alshop, a pesquisa foi feita por amostragem. Em nota, a associação afirma que “o crescimento declarado de 7,5% é nominal, correspondendo a um crescimento real de 3,6%, descontada a inflação de 2019”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário