quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Onda de violência faz a população de Timbaúba apelar por paz, números de homicídios nos últimos dias impressionam

Segundo o site https://www.timbaubaagora.com: Do 1º até ao 6º dia de fevereiro foram sete homicídios (número maior do que a quantidade de dias do mês). Foram quatro dias seguidos de assassinatos e com três em um diatimbauba-cidade_do_medoOs moradores de Timbaúba estão assustados com os homicídios que foram registrados nos últimos dias. As pessoas desesperadas com a situação pedem paz através das Redes Sociais. Timbaubenses que foram morar em outros Estados do Brasil ou até em outros países estão surpresos e tristes com tudo isso.
Para se ter uma ideia, em todo mês de janeiro e fevereiro de 2017, ou seja 59 dias, foram registrados nove homicídios. Em 37 dias de 2018, já foram 10 assassinatos, número superior aos dois primeiros meses do ano de 2017.
Em fevereiro de 2017 foram sete pessoas assassinadas. Em comparação a fevereiro de 2018, essa mesma quantidade de homicídios foi atingida em apenas seis dias. 
Em janeiro deste ano foram três pessoas assassinadas. Só não teve registro de homicídio neste mês de fevereiro no dia 2. Do primeiro até o sexto dia de fevereiro foram sete homicídios (número maior do que a quantidade de dias). Foram quatro dias seguidos de mortes por arma de fogo, pedradas ou facadas. No caso do dia 6 de fevereiro foram três homicídios.
A população também está muito amedrontada com o Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP). Com frequência pessoas de diversos lugares do município entram em contato com o Timbaúba Agora relatando assaltos, seja na zona urbana ou rural. A violência atualmente impera nos quatros canto da cidade e a população espera uma resposta imediata das autoridades.
Apesar dos esforços das Polícias Militar e CivilJudiciário Ministério Público de Pernambuco a violência só faz aumentar em todo o Estado de Pernambuco. Como todos sabem as polícias por muitas vezes sofrem no combate ao crime devido ao déficit de pessoal ocasionado pela falta de substituição dos quadros das instituições e falta de equipamento. No dia que tiver uma estrutura melhor essa situação pode mudar. O MPPE vem denunciando criminosos e organizações criminosas - ORCRIMs. O Judiciário também faz a sua parte, mas infelizmente as Leis do Brasil tem as suas falhas e em algumas situações, acusados de crimes são beneficiados por ela.
A denominação "Cidade do Medo" não é um termo pejorativo ou de conotação política. Apenas é o sentimento do povo atualmente. Pelos recentes acontecimentos, infelizmente o município vem ganhando essa fama, basta analisar os números da violência.
O simples pai de família não aguenta mais tanta violência. Eles apelam aos políticos, seja prefeito, vereador, deputados federais e estaduais, que utilizem da influência que tem para solicitar ao Governo do Estado e Secretaria de Defesa Social (SDS) mais segurança para toda a população.
O povo clama por segurança em todos dias do ano e não apenas em festas populares. Porque Carnaval, São João e outros eventos passam, e o simples trabalhador e estudantes de diversas localidades precisam de segurança 24 horas por dia para que possam circular com mais tranquilidade pela sua cidade.                 Leia também: 
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário