Câmara Municipal de Surubim

Câmara Municipal de Surubim
Câmara Municipal de Surubim

Norte das Filipinas estremecido por centenas de réplicas de terremoto

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Mais de 800 réplicas foram registradas após o terremoto, incluindo 24 fortes o suficiente para serem perceptíveis

Moradores ansiosos dormiram do lado de fora de suas casas depois que centenas de réplicas atingiram o norte das Filipinas após um forte terremoto, disseram moradores e autoridades nesta quinta-feira (28).        Cinco pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas pelo terremoto de magnitude 7,0 de quarta-feira, com epicentro na província de Abra. 

O forte tremor derrubou prédios, provocou deslizamentos de terra e sacudiu torres a centenas de quilômetros de distância na capital Manila. 

"Desde ontem há terremotos quase a cada 20 minutos, 15 minutos", disse Reggi Tolentino, dono de um restaurante na capital da província de Bangued. "Muitos dormiram do lado de fora ontem à noite, quase todas as famílias", acrescentou. 

Centenas de edifícios foram danificados ou destruídos, estradas foram bloqueadas por deslizamentos de terra e as províncias mais afetadas ficaram sem energia. Mas em Abra, onde ele se sentiu mais forte, o dano geral foi "mínimo", disse o chefe de polícia Maly Cula à AFP.                        "Não temos muitas pessoas nos locais de evacuação, embora muitas pessoas tenham dormido nas ruas por causa das réplicas", disse Cula.

Mais de 800 réplicas foram registradas após o terremoto, incluindo 24 fortes o suficiente para serem perceptíveis, disse a agência meteorológica local. Na cidade histórica de Vigan, Patrimônio Mundial da UNESCO, estruturas centenárias construídas durante a colônia espanhola foram danificadas. O governador Jeremias Singson disse à rede Teleradio que 460 edifícios na província foram afetados. 

"Nossa indústria do turismo é pequena e os empresários foram duramente atingidos", disse Singson.

As Filipinas são frequentemente atingidas por terremotos devido à sua localização no "Anel de Fogo" do Pacífico, um arco de alta atividade sísmica que vai do Japão à Orla do Pacífico, atravessando o Sudeste Asiático.      

Postar um comentário

0 Comentários