Xerife do Consumidor apura denúncia de combustível adulterado em posto da Grande SP

 Segundo o site https://recordtv.r7.com: Os responsáveis pelas fraudes devem pegar 5 anos de prisão

Durante uma fiscalização da operação "Combustível Limpo", que combate fraudes em postos, foi encontrado um sistema criado para tentar despistar os agentes públicos em um posto em Taboão da Serra, Grande São Paulo.    

                                            Os funcionários do posto tinham apenas que acionar um dispositivo para tornar o combustível adulterado em um produto de qualidade. Os fiscais identificaram as bombas clandestinas, que tinham conexão direta com esse sistema criminoso de adulteração. As multas podem ultrapassar de R$ 10 milhões.

Postar um comentário

0 Comentários