Câmara Municipal de Surubim

Câmara Municipal de Surubim
Câmara Municipal de Surubim

Sindicato dos Metroviários volta a se reunir nesta quinta (26) para decidir sobre paralisação

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Categoria é contra a privatização do Metrô do Recife

Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) volta a se reunir nesta quinta-feira (26), às 18h, em frente à Estação Central do Recife, no bairro de São José, para definir se permanece o estado de greve se haverá paralisação dos serviços.                                            Essa é a terceira assembleia marcada pela categoria desde o anúncio, no início do mês, de uma possível estatização e posterior privatização da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-Recife), entidade vinculada ao Governo Federal.

De acordo com o presidente do Sindmetro-PE, Luiz Soares, apesar das recentes negociações com representantes do Governo do Estado, os pleitos da categoria continuam. Os metroviários são contrários à privatização, pedem mais investimentos ao sistema do metrô e defendem uma tarifa social de R$ 2 para a população - atualmente, a tarifa custa R$ 4,25.
 
“O aumento no preço da tarifa não permitiu mais que os trabalhadores frequentassem o metrô. A gente vê que há uns quatro anos, a gente transportava 380 mil usuários por dia, hoje estamos transportamos 170 a 200 mil, ou seja, isso devido a um intervalo de tempo que aumentou, devido à falta de manutenção, ou à falta de verba para manutenção, e ao investimento que desde 2013 que não vem”, disse.
 
Para o presidente do sindicato, as reivindicações dos metroviários deixaram de ser apenas da categoria e passaram também a ser pleiteadas pela população e por movimentos sociais.

“A gente está convocando a categoria, a população, para participar desse movimento que teve uma expansão pela questão de trazer investimento ao metrô, ampliar a verba para manutenção do sistema e implantar um a tarifa de R$ 2. Então, essa é uma luta que não é mais só da categoria, toma uma amplitude. Ela é dos movimentos sociais, ela é do usuário, ela é da população que usa o metrô”, afirmou.

Leia também

• Metrô do Recife será entregue à iniciativa privada. Estado atuará como regulador da concessão

• Servidores do Metrô Recife decretam estado de greve; saiba como fica o atendimento do sistema

• Passageiros apreensivos com possibilidade de greve no Metrô do Recife


O Sindmetro também pede um encontro com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e atribui a essa reunião o caráter decisivo quanto a realização, ou não, de uma paralisação.
 

“A gente está tentando fazer uma conversa com o governador, existe essa possibilidade e estamos aguardando. Caso a conversa com o governador avance, a gente pode retroagir a questão da paralisação, mas o estado de greve eu acho que vai continuar”, frisou. A data e duração de uma possível paralisação será decidida durante a assembleia.
 

A reportagem da Folha de Pernambuco entrou em contato com a CBTU e o Governo do Estado, mas não recebeu retorno até a última atualização desta matéria.  

Postar um comentário

0 Comentários