UE propõe mais 500 milhões de euros de ajuda militar à Ucrânia

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Investimento vem do Fundo Europeu de Apoio à Paz

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, disse nesta sexta-feira (11) que propôs aos líderes do bloco, reunidos em uma cúpula na França, a aprovação de uma ajuda adicional de 500 milhões de euros (US$ 548 milhões) em ajuda militar à Ucrânia

Borrell disse que apresentou "uma proposta para dobrar a (atual) contribuição com 500 milhões (euros) adicionais em apoio aos militares ucranianos" e expressou sua confiança em que os líderes do bloco "apoiarão" o pedido.

Segundo Borrell, esse volume sairia do Fundo Europeu de Apoio à Paz, um instrumento financeiro dotado de cerca de 5 bilhões de euros aportados pelos Estados-membros do bloco, que não faz parte do orçamento comum.                                                                                        O uso destes recursos exige a aprovação por unanimidade dos países da UE. Os países do bloco têm a possibilidade de se abster, a fim de evitar o bloqueio da ajuda às forças ucranianas.

Os recursos são usados para reembolsar os países da UE pela ajuda militar dada à Ucrânia por Estados que usam suas próprias reservas de material. 

O governo ucraniano apresentou à UE pedidos muito detalhados de necessidades de material bélico para enfrentar a ofensiva russa. 

A UE já havia aprovado o uso de 500 milhões de euros para compra e entrega de material letal e equipamentos médicos para a Ucrânia. As remessas serão coordenadas pela Polônia, país da UE que faz fronteira com a Ucrânia.  

Postar um comentário

0 Comentários