Câmara Municipal de Surubim

Câmara Municipal de Surubim
Câmara Municipal de Surubim

Mulher é sequestrada pelo ex que queria reatar relacionamento em Sarzedo

 Segundo o site https://www.otempo.com.br: Mãe da jovem tentou puxá-la de volta de dentro do carro, mas o homem respondeu que, caso não a deixasse, ele a mataria

Uma mulher, de 18 anos, foi sequestrada pelo ex-namorado no bairro Jardim Planalto, em Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte, na noite dessa quarta-feira (15). A vítima foi resgatada em Igarapé e diz ter sido ameaçada de morte e sofrido socos.

De acordo com informações repassadas pela mãe da jovem, por volta das 17h, ela, a filha e o ex-namorado da jovem, de 22 anos, andavam pela rua Rio Negro, quando o antigo companheiro da jovem perguntou: “Você não vai voltar para mim mesmo?”                             Ela respondeu que não reataria o relacionamento. Nesse momento, surgiu na rua um automóvel com dois homens. Uma das pessoas da dupla mostrou a arma e obrigou a jovem a entrar no carro. 

A mãe da mulher tentou puxá-la de volta, mas o homem respondeu que, caso não deixasse a jovem, ele a mataria. 

Sequestro e ameaças

Depois de ser obrigada a entrar dentro do carro, a jovem sofreu ameaças de morte e agressões do antigo companheiro. Os dois estavam no banco de trás, e a dupla seguia na frente e conduziram o carro até Ibirité. 

Lá, a dupla deixou o veículo, e um dos homens disse que iria para o hospital para cuidar de um ferimento no pé. Com isso, o namorado da mulher assumiu a direção e foi para Igarapé.

Perseguição e troca de tiros  

Nesse ínterim, a PM foi acionada pela mãe da jovem. Os policiais localizaram o veículo, e, ao avistar a viatura, o homem começou a atirar nos militares. Estes revidaram, e uma troca de tiros começou.

O homem só parou o carro quando bateu em uma árvore. Ele fugiu para uma mata próxima, e a jovem foi resgatada. Ela confirmou a versão da mãe e indicou para os policiais que um dos suspeitos estaria em um hospital de Ibirité.

Os policiais foram até o local e conseguiram localizá-lo e prendê-lo. O ex-companheiro da vítima ainda não foi localizado.

Carro emprestado utilizado no crime

O carro utilizado no crime não pertencia ao suspeito. O proprietário do veículo foi acionado e contou para os policiais que emprestou o automóvel para o amigo, uma vez que este disse que usaria o veículo para realizar uma mudança.

O dono do carro disse ainda que não sabia que o veículo seria utilizado para o crime. Ele também indicou aos policiais que o carro havia rastreador, e o equipamento foi utilizado para localizar o crime.

A ocorrência foi encerrada na Central Estadual do Plantão Digital. 


Postar um comentário

0 Comentários