Header Ads Widget

header ads

Milhares de pessoas foram retiradas de casa ou estão sem eletricidade e várias centenas ficaram presas nas suas viaturas devido às chuvas torrenciais que causaram cheias e deslizamentos de terra, na segunda-feira, em várias cidades do oeste do Canadá.

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com/mundo:"Depois de chuvas fortes, deslizamentos de terra e inundações atingiram várias estradas no interior da Colúmbia Britânica", referiu o Ministério dos Transportes e Infraestrutura daquela região, através de uma publicação na rede social Twitter.

Várias estradas foram encerradas em áreas já afetadas durante o verão por grandes incêndios florestais e dezenas de milhares de pessoas em toda a região foram afetadas por falhas de energia.

Os serviços de emergência revelaram terem transportado, na noite de domingo para segunda-feira, nove pessoas com ferimentos leves devido a um deslizamento de terra.

                            Também entre 80 a cem veículos ficaram presos durante a madrugada anterior devido a um deslizamento de terra numa estrada perto de Agassiz, cerca de cem quilómetros a leste de Vancouver, destacaram as autoridades em conferência de imprensa.

As equipas de resgate, bombeiros e polícias estão destacados para auxiliar a população e um helicóptero foi enviado para resgatar as cerca de 275 pessoas presas nos veículos, onde se incluem cerca de 50 crianças, segundo relataram órgãos comunicação locais.

Os cerca de sete mil habitantes da cidade de Merrit, inundada pela subida do rio Coldwater, foram obrigados a saírem de casa para centros de emergência, durante a manhã, e estão impedidos de regressarem a casa devido à inundação da estação de tratamento de águas residuais.

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, apelou, numa mensagem no Twitter, para que a população de Merritt e "aos colombianos britânicos afetados pelas enchentes" para "terem cuidado".

                     "Estaremos lá para dar o apoio que precisam e para ajuda-los a lidar e a recuperar destas enchentes e condições extremas", garantiu.

O mau tempo levou ainda ao encerramento do polémico oleoduto Trans Mountain, nacionalizado pelo Governo de Trudeau em 2018.

O oleoduto foi fechado "por precaução", confirmou a empresa à agência AFP, devido às extensas inundações e deslizamentos de terra.

                               As obras de ampliação de um gasoduto, que deverá entrar em serviço no final de 2022, também foram suspensas nas áreas de Lower Mainland, Hope e Merritt.

A oeste de Agassiz, na cidade de Abbotsford, foi emitida uma ordem de evacuação para mais de cem habitações devido ao mau tempo.

                                                      "Em apenas 140 dias, Abbotsford registou o dia mais quente da sua história (42,9 graus centigrados) e agora o dia mais chuvoso da sua história (100,4 mm)", realçou um meteorologista da região, através do Twitter.

Postar um comentário

0 Comentários