Header Ads Widget

header ads

De virada, Náutico vence Operário pela Série B 2021

 Segundo o site https://www.folhape.com.br: Vinícius e Caio Dantas marcaram os gols alvirrubros, acabando com um jejum de sete jogos sem triunfos na competição

Depois de um setembro amargo, outubro começou com alegrias para o Náutico. Em dois minutos, o time conseguiu uma reviravolta no Paraná. Com gols de Vinícius e Caio Dantas na reta final do segundo tempo, o Timbu venceu o Operário/PR de virada por 2x1, nesta sexta (1º), no Germano Kruger, pela Série B do Campeonato Brasileiro 2021. Após sete jogos sem triunfos, com cinco derrotas consecutivas, os pernambucanos voltam a somar três pontos e seguem na luta para diminuir a diferença para o G4.
Anderson e Matheus Jesus foram regularizados um dia antes do jogo do Operário. O suficiente para já serem escalados no time titular pelo técnico Hélio dos Anjos. Escolha que, pelos primeiros minutos, se fez acertada com relação ao goleiro. A estreia foi trabalhosa para o camisa 12. Foram pelo menos quatro defesas difíceis, além de um susto com uma bola na trave.O dono da meta do Operário, Simão, sentiu no aquecimento e foi trocado por Thiago Brava. Diferente de Anderson, o atleta só trabalhou em uma cabeçada de Vinícius. Anderson fazia boa partida, mas quando a fase do clube é complicada, tudo conspira contra. Djalma Silva soltou uma bomba em cobrança de falta. O goleiro do Náutico estava bem posicionado para defender o chute, mas a bola desviou em Hereda no meio do caminho. O detalhe que tirou qualquer chance de defesa, terminando na comemoração do Operário, que abriu o placar no Germano Kruger.A impressão era de que o Náutico não tinha volantes. Trindade não se achou em campo e praticamente todas as bolas rebatidas para o meio caiam nos pés dos jogadores do Operário. Em um dos lances, Alan soltou uma bomba no travessão. Para consertar a marcação, o técnico Hélio dos Anjos acionou Marciel, além de trocar os centroavantes, tirando Álvaro e colocando Caio Dantas.Hereda, em má fase, quase teve participação em mais um gol sofrido pelo Náutico. O lateral errou na saída de bola e gerou contra-ataque, mas Anderson se esticou no chute de Marcelo e evitou o 2x0. As defesas do goleiro foram recompensadas perto do fim. Quando o placar parecia estacionado no 1x0, o Timbu arrancou um empate. Murillo sofreu pênalti do goleiro Thiago Braga. Vinícius foi para a cobrança e deixou tudo igual no Paraná. 

Os alvirrubros ainda comemoravam o gol de empate quando Júnior Tavares arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Caio Dantas, de carrinho, virar o placar. Em dois minutos, o Náutico saiu da frustração de mais uma derrota para a comemoração de um triunfo importante na Série B.

Ficha técnica

Operário/PR 1

Thiago Braga; Alex Silva, Rodolfo (Odivan), Reniê e Djalma Silva (Fabiano); Leandro Vilela, Rafael Oller (Alemão), Marcelo e Alan; Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão) e Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho). Técnico interino: Leandro Niehues

Náutico 2

Anderson; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Júnior Tavares; Rhaldney, Trindade (Marciel) e Matheus Jesus (Murillo); Jaílson (Djavan), Vinícius e Álvaro (Caio Dantas). Técnico: Hélio dos Anjos

Local: Germano Kruger (Ponta Grossa/PR)                                                    Árbitro: Edina Alves Batista (SP). Assistentes: Neuza Ines Back e Leila Naiara Moreira da Cruz (ambas de SP)

Gols: Djalma (aos 25 do 1ºT), Vinícius (aos 39 do 2ºT) e Caio Dantas (aos 40 do 2ºT)

Cartões amarelos: Rodolfo, Thiago Braga, Pimpão (O); Camutanga (N)             

ge


Postar um comentário

0 Comentários