Header Ads Widget

header ads

Com mandado de prisão em aberto até 2036, suspeito de estupros de menores é preso em Ipojuca

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: De acordo com a PF, ao saber do mandado, ele fugiu de São Paulo para Pernambuco e passou a residir em Ipojuca, onde terminou preso

Um homem de 31 anos foragido da Justiça e suspeito de praticar uma série de estupros de vulnerável e de produzir material de pornografia infantil foi preso pela Polícia Federal (PF), nessa quarta-feira (27), na cidade de Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco. 

Contra o homem, que não teve a identidade divulgada, havia um mandado de prisão em aberto desde 2020 e com validade até 16 de dezembro de 2036.

De acordo com a PF, a ordem judicial, expedida pela Vara Criminal de São José dos Campos (SP), é por uma ação penal em razão do estupro de vulnerável de dois irmãos menores de idade.

Natural de Jaboatão dos Guararapes, o homem, que é técnico de informática, mas estava desempregado, cometeu esses crimes quando morava no interior paulista.

De acordo com a PF, ao saber do mandado, ele fugiu de São Paulo para Pernambuco e passou a residir em Ipojuca, onde terminou preso.

No ato da prisão, o homem teve apreendido um celular. O aparelho, segundo a PF, irá passar por perícia técnica para identificar possíveis arquivos de pornografia infantil.

De acordo com a PF, o homem ainda é suspeito de armazenar imagens contendo abuso sexual infantil. Os crimes imputados a ele estão tipifcados nos artigos 240 e 241-B Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e artigos 217-A e 218-A do Código Penal, cujas penas somadas ultrapassam os 30 anos de reclusão. 

"Ele ficou ciente do mandado de prisão em aberto e fugiu [para Pernambuco]", disse o chefe de comunicação da PF em Pernambuco, Giovani Santoro, que ainda explicou o prazo de validade do mandado: "Depende muito da pena do crime. Como ultrapassa os 30 anos, tem esse prazo", completou.

Outros dois aparelhos do suspeito foram analisados e os policiais identificaram a produção de arquivos de pornografia infantil nos anos de 2017 e 2020, o que demonstra, segundo a PF, os anos em que o investigando praticava os crimes.

Encaminhado para o Cotel
O homem passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva confirmada. Ele ainda fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

De acordo com a PF, no Cotel, o homem permanece à disposição da Justiça Federal.

Postar um comentário

0 Comentários