Header Ads Widget

header ads

Pernambuco: turismo em alta e preocupação com a variante Delta

 Segundo o site https://www.folhape.com.br: Se por um lado essa retomada do setor é importante para a economia, o risco de disseminação da Delta - a mais contagiosa das variantes catalogadas - é alto e exige cuidados do setor público e privado

Com a chegada dos primeiros casos da variante Delta a Pernambuco, confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), na quinta-feira (12), estratégias para barrar a escalada de contaminação se fazem necessárias, sobretudo em um momento de crescimento do setor turístico pernambucano. 

Pernambuco se destacou na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada na quinta-feira (12), pelo IBGE. De janeiro a junho deste ano, no índice de atividades turísticas, o Estado aparece pelo segundo mês consecutivo como vice-líder do ranking nacional, com 85,6% - atrás apenas de Goiás, com 92%.

Quando comparado este número com o mesmo período em 2020, o resultado surpreende: o crescimento foi de 26%.

Se por um lado essa retomada do setor é importante para a economia, o risco de disseminação da Delta - a mais contagiosa das variantes catalogadas - é alto e exige cuidados do setor público e privado. Protocolos sanitários já são exigidos pelo Governo de Pernambuco. 

Segundo a SES-PE, é realizando periodicamente o sequenciamento genético de amostras biológicas de pacientes positivos para a Covid-19 para identificar as variantes em circulação.

"Até o momento, a predominância em todas as análises são da Gama (P.1). Essas análises apoiam a tomada de decisão, mas, independente da variante, a população precisa aderir às medidas sanitárias, como uso de máscara e higienização das mãos e, chegando a sua vez, procurar a vacinação e fazer as duas doses, caso o imunizante preconize duas aplicações", afirma a Secretaria de Saúde.

Protocolos
O Governo de Pernambuco conta com protocolos sanitários para diversos segmentos econômicos. Segundo a Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), foram criados 13 protocolos específicos para a cadeia turística, entre eles, atrativos turísticos, hotelaria, bares e restaurantes, agências de viagens e turismo náutico.

A Setur-PE criou, em 2020, um selo específico, o Selo Turismo Seguro. A certificação  incentiva que empresas e prestadores de serviço adotem procedimentos necessários à retomada do turismo com segurança e busca reforçar a confiança dos viajantes no destino Pernambuco. 

"Graças à criação dos protocolos e de um selo seguro local, o Estado recebeu no final de 2020, o Selo Safe Travels, chancela concedida pelo  World Travel & Tourism Council (WTTC), entidade mundial. E se tornou embaixador local, podendo dar a distinção para empresas e equipamentos de turismo locais, além dos municípios", informou a pasta estadual de Turismo.

Postar um comentário

0 Comentários