Header Ads Widget

header ads

Bares e restaurantes poderão funcionar das 5h até meia-noite em Pernambuco

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, anunciou, nesta quarta-feira (28), novas flexibilizações no Plano de Convivência com a Covid-19, que aponta as diretrizes de funcionamento dos setores sociais e econômicos durante o período de enfrentamento à pandemia do coronavírus.    

A partir da próxima segunda-feira (2), os bares, restaurantes e demais serviços de alimentação poderão funcionar das 5h até a meia-noite todos os dias da semana. 

"Liberamos recentemente a apresentação musical de grupos com até três integrantes, então os cuidados precisam ser redobrados. E permanece proibida a utilização de pistas de dança”, ressaltou a executiva da pasta, Ana Paula Vilaça, em entrevista concedida de forma remota. 

“Por conta de relatos sobre casos de desrespeito aos protocolos nos bares e restaurantes, principalmente após a liberação da música ao vivo, faço um pedido para que todos se conscientizem, pois ainda não vencemos a guerra e os números da pandemia podem voltar a piorar”, completou ela. 

Outra novidade anunciada foi o aumento da capacidade dos eventos corporativos, que passará a ser de até 200 pessoas ou 50% da capacidade do espaço - o que for menor. O horário limite, contudo, continua sendo 23h. 

Cinemas, teatros, circos, aulas da saudade, colações de grau e cultos ecumênicos também terão a capacidade aumentada, passando para até 300 pessoas ou 50% do espaço - o que for menor. 

No caso dos cinemas e teatros, a autorização de funcionamento se estenderá até meia-noite, a partir da próxima semana, durante todos os dias. Esse horário também valerá para as atividades esportivas e clubes sociais. 

Indicadores
Segundo o titular da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), André Longo, essas flexibilizações só foram possíveis devido ao cenário contínuo de desaceleração dos indicadores epidemiológicos relacionados à Covid-19. 

Na Semana Epidemiológica (SE) 29, que compreende o período de 18 a 24 de julho, foram notificados 606 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). 

“Isso significa o mesmo patamar do final de novembro do ano passado. O quantitativo representa uma queda de 14,6% em relação à SE 28 e de 34% em relação à SE 27. Já em relação às solicitações de leitos, foram registrados 442 pedidos de vagas na Central de Regulação na SE 29, uma redução de 20% em relação à semana anterior”, afirmou André Longo. 

O secretário também reforçou que, mesmo com dados positivos e avanços no Plano de Convivência, ainda é necessário manter as medidas de prevenção. 

“Apesar de estarmos dando passos à frente, os indicadores positivos ainda não nos permitem abdicar do cuidado. Esses indicadores são frutos de um esforço muito grande de toda a sociedade, que não podemos colocar em risco. Por isso, o uso correto da máscara, o distanciamento físico e os protocolos setoriais são o caminho para continuarmos avançando rumo a uma normalidade possível”, disse.

Postar um comentário

0 Comentários