sábado, 3 de abril de 2021

Estudante pernambucano atinge nota mil na redação do Enem 2020

 Segundo o site https://www.diariodepernambuco.com.br: O nome incomum do estudante Savicevic Ortega Silva de Melo, 20 anos, morador do bairro de Dois Carneiros, no município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, se tornou ainda mais especial depois que descobriu que era um dos 28 participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que alcançou a nota máxima na redação.

“Quando eu pensava em desistir, eu lembrava do meu sonho e persistia", conta o rapaz, que planeja entrar para o curso de Medicina na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ou na Universidade de Pernambuco (UPE).


Para conquistar a nota máxima, o estudante se dividiu entre as aulas da faculdade de Direito, o estágio na área e os estudos para a prova. "Como eu tenho estágio de manhã e aula da faculdade à noite, então ficava com a tarde para estudar”, conta Savicevic (@savicevicortega).

O estudante, que terminou o Ensino Médio há três anos, revelou que seu maior sonho é entrar no curso de Medicina. "Meu sonho sempre foi fazer Medicina. Terminei o Ensino Médio em 2018, mas não consegui entrar no curso. Foi quando ganhei uma bolsa pelo ProUni, na Universidade Católica de Pernambuco e atualmente estou no quinto período do curso de Direito”.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) Anísio Teixeira, o Enem 2020 impresso foi aplicado em 1.689 municípios, e contou com 14.447 locais de prova. Foram utilizadas 201.380 salas para aplicação do exame. Já a versão digital foi realizada em 104 municípios em 4.053 laboratórios de informática, de 1.028 locais de prova.

Apesar da pandemia e do cenário de incertezas, Savicevic relembra que em outubro do ano passado, resolveu retomar os estudos para o exame. "Como estava muito em cima da prova, pra me organizar em questão de cronograma, eu contei com a ajuda do curso de Fernanda Pessoa, onde fiz Redação e Linguagens. Eles organizam cronogramas, em específico a redação. Eu via as aulas, e pegava dois temas por semana, pelo menos. Fazia a redação e praticava", revela. O estudante assistia as aulas do curso de forma remota e também fez a edição digital do exame, numa faculdade privada, localizada na avenida Abdias de Carvalho, na Zona Oeste do Recife.

Do total de inscritos, 5.523.036 estudantes se inscreveram para o Enem 2020 versão impressa, em que 48,4% compareceram à aplicação e 51,6% faltaram. O Enem digital teve 93.079 inscritos, com 31,5% de presença e 68,5% de ausência, segundo o Inep.

Para a professora de Língua Portuguesa e redação, Fernanda Pessoa (@pessoafernanda), a pandemia revelou um novo cenário a ser enfrentado. “Foi um grande desafio, com um 2020 de pandemia. O ensino de redação é muito complicado. E nós adaptamos tudo para o universo on-line, tendo que dar segurança, conteúdo e estrutura emocional. Então, fico feliz demais com o resultado e com a quantidade de alunos com notas muito altas. O Savicevic é tido, até o momento, como o único pernambucano a ter tirado nota 1000”.

De acordo com dados do Inep, a prova com a maior média geral foi a redação (588,74). Ao todo, 28 participantes obtiveram nota máxima (1000), em contrapartida 87.567 estudantes zeraram a prova.

Sobre o aluno, a professora tece elogios. “O Savicevic é um menino muito esforçado. Ele concilia estudo, pois está no 5º período de Direito, além de estagiar, ou seja, trabalha para pagar as contas dele, e ainda estudou para passar em Medicina. Nunca o vi de cara feia, sempre feliz da vida. Fico muito contente. Quero parabenizar todos os estudantes, independente da nota, porque eles perseveraram, e eles não podem desistir dos sonhos, porque é a única coisa que a gente tem que é genuinamente nossa. Que ninguém desista”, ressalta a professora.

Ao ser questionado sobre o segredo de uma nota tão alta, Savicevic foi objetivo. "Não tem segredo. Com esforço e dedicação a nota 1000 vem. Basta praticar muito e sempre exercitar redação, com temas variados. Entender a estrutura do texto dissertativo-argumentativo e as competências exigidas pelo exame. E principalmente, enriquecer o repertório sociocultural", finaliza.

De acordo com o Inep, no Nordeste 12 participantes tiveram as melhores notas na redação.  João Pessoa (PB) possui dois participantes entre os que alcançaram a pontuação total. Além do Recife, Capital pernambucana, as cidades de Aracaju (SE), Cajazeiras (PB), Fortaleza (CE), Imperatriz (MA), Macaúbas (BA), Maceió (AL), Natal (RN) e Paulo Afonso (BA) tiveram uma redação com nota máxima cada. A região Centro-Oeste teve dois participantes, o Norte alcançou três e o Sudeste do país, onze participantes. Dos 28 estudantes com nota mil nesta edição do Enem, 20 (71,4%) são mulheres. Os inscritos têm entre 15 e 25 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário