Header Ads Widget

header ads

Procon fecha mercadinho e loja de posto e autua dez estabelecimentos por desrespeito a regras na pandemia

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Segundo Procon, mercadinho foi fechado, no Janga, em Paulista, por permitir consumo de bebidas após horário autorizado. Outros estabelecimentos ficam em vários bairros de cidades do Grande Recife.

Um mercadinho e uma loja de posto de combustível foram interditados e      dez estabelecimentos foram autuados, no Grande Recife, por descumprir as medidas de restrição impostas pelo governo por causa da pandemia. Segundo o Procon de Pernambuco, as ações ocorreram entre a noite de   sexta (12) e este sábado (13)                                                                                              Festas irregulares foram flagradas nos últimos dias, na Região Metropolitana. Em Itamaracá,       após um evento irregular, o vice-prefeito da cidade foi autuado por desacato e descumprimento de         medida sanitária.

No Centro do Recife, houve flagrante de festividades ilegais em barcos, no Rio Capibaribe. As pessoas estavam em lanchas consumindo bebidas alcoólicas e dançando, na frente de um dos cartões-postais mais conhecidos da cidade, o Marco Zero                                                                                                                                Por meio de nota, enviada na manhã deste sábado (13), o Procon de Pernambuco informou que o        Mercadinho Progresso, no Janga, em Paulista, foi o estabelecimento interditado pelos fiscais.

Ele foi punido por permitir que pessoas consumissem bebidas                    alcoólicas, depois da meia-noite, quando o estabelecimento deveria              estar fechado desde as 20h. Além disso, informou o órgão, os clientes          estavam sem máscaras e jogavam dominó.

O posto TVC, em Abreu e Lima, foi interditado, por estar com a loja de conveniência funcionando, neste sábado, o que é proibido nos fins de          semana.

Ao todo, os fiscais encontraram, durante a noite de sexta e a                      madrugada deste sábado, 33 estabelecimentos abertos depois do                   horário permitido.

Eles ficam em vários bairros de cidades do Grande Recife: Peixinhos e Ouro Preto, em Olinda, Engenho Maranguape, em Paulista, além de Ipsep, Boa Viagem e Mustardinha, na capital.                                                    Os estabelecimentos autuados de madrugada foram bares, lanchonetes e uma doceria. Todos estavam funcionando com atendimento presencial. A partir das 20h, esses estabelecimentos só podem atender em formato de delivery.

De acordo com o Procon, na manhã deste sábado, foram mais quatro autuações. Entre elas estava a da                   Pan Karla, em Pau Amarelo, em Paulista. A padaria estava com buffet aberto para self service, o que está            proibido, durante os fins de semana                                                                                                                                Segundo o Procon, neste fim de semana, a operação passou a contar com um ônibus cedido pela Secretaria           de Ressocialização (Seres).

O veículo será usado, caso seja necessário, para encaminhar à                      delegacia não só organizadores, mas quem estiver participando de             festas  clandestinas.

Balanço

Em dez dias de fiscalização das medidas restritivas, segundo o Procon, fiscalizou 33 estabelecimentos. As 24 equipes que foram ás ruas              também interditaram 13 locais e fizeram 19 autuações.

Como denunciar

Denúncias ao Procon podem ser feitas por meio de ligação gratuita para               o número 0800 282 1512, com funcionamento das 8h às 17h, de               segunda a sexta-feira, ou pelo WhatsApp (81) 3181-7000 e Instagram @proconpe, 24 horas por dia.

O número 190, da Polícia Militar, também é um canal disponibilizado pelo estado para fazer denúncias             sobre aglomerações e outros tipos de descumprimento das medidas restritivas para conter o avanço da             Covid-19.         

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco confirmou, na sexta-feira (12), mais 1.566 casos e 49 óbitos por Covid-19. Esse número                  de confirmação, em 24 horas, de mortes provocadas pela doença é o maior registrado no estado desde                  o dia 8 de agosto de 2020, quando foram contabilizadas 53 vidas perdidas devido à pandemia do novo coronavírus                    

Postar um comentário

0 Comentários