Header Ads Widget

header ads

Três empresas são multadas em mais de R$ 8,5 milhões por atos de corrupção em Pernambuco

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Decisão foi publicada nesta quarta-feira (10) pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE). De acordo com o estado, não é possível recorrer na esfera administrativa.

Três empresas foram multadas em mais de R$ 8,5 milhões, em Pernambuco, por atos de corrupção. Segundo     o governo, a decisão, publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (10), foi da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE).

Ainda segundo o estado, foram multadas empresas de obras e              engenharia. A investigação ocorreu por causa de "atos ilícitos                 praticados contra a administração pública".

As investigações apontam para o superfaturamento de valores e             recebimento de pagamentos indevidos em contratos com o governo.                 Os recursos irão para o Fundo Estadual Vinculado de Combate à              Corrupção (Funcor).

A decisão é o primeiro Processo Administrativo de Responsabilização  instaurado pelo poder público de Pernambuco, em dezembro de 2018.         Foram alvo as empresas Gestão de Projetos e Obras Ltda. (GPO),           Construtora Sanenco Ltda e Geotechnique Consultoria e Engenharia             Ltda.

De acordo com o governo, a Gestão de Projetos e Obras Ltda. (GPO)                 e Construtora Sanenco Ltda. foram condenadas, solidariamente, ao  pagamento da multa de R$ 8.170.963,35. Já para a Geotechnique          Consultoria e Engenharia Ltda, o valor foi de R$ 386.685,33.

As empresas também terão que cumprir suspensão temporária de         participação em licitações do governo de Pernambuco e estão             impedidas de contratar com a administração pública. De acordo                     com nota enviada pelo governo, não é possível recorrer na esfera administrativa.

Postar um comentário

0 Comentários