Header Ads Widget

header ads

Quatro são levados para a delegacia pela PM após denúncia de som alto, no Recife

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Segundo policiais, homens recursaram baixar volume e fizeram ameaças. Todos foram liberados após assinarem termos circunstanciados de ocorrência.

Uma denúncia de som alto terminou com quatro homens encaminhados para uma delegacia no fim da noite do sábado (23). Policiais militares foram acionados para verificar a reclamação no bairro do Cordeiro, no Recife. Ao chegarem ao local, acabaram detendo os quatro por crimes como perturbação do sossego, desacato, desobediência e resistência.

O caso aconteceu na Rua Adelmar Tavares. Uma equipe da Polícia            Militar  foi acionada pela central para verificar a denúncia e, ao chegar               ao local, encontrou o som em altura não compatível com o horário.

Os policiais relataram que os suspeitos estavam visivelmente                alcoolizados,não acataram a ordem de desligar o som e se negaram                   a se identificar. Em nota, a PM informou que eles também fizeram           ameaças, "tentando se utilizar do tráfico de influência citando nomes                de diversas autoridades na tentativa de intimidar os policiais".

Diante do                ocorrido,  os policiais deram voz de prisão ao quarteto, mas houve         resistência, "se fazendo necessário o emprego da força proporcional            para  condução do grupo". O som também foi levado.

Os quatro foram levados para a Central de Plantões da capital,                      localizada no bairro de Campo Grande, na Zona Norte, onde os                   quatro assinaram, na madrugada deste domingo (24), termos                circunstanciados de ocorrência.

A Polícia Civil informou que um dos homens, de 42 anos, vai                      responder por perturbação do sossego, enquanto outros dois,                            de 37 e 65 anos, respondem por desacato. O quarto homem,                         também de 42 anos, foi autuado por desobediência. Todos foram                        liberados e devem se apresentar à Justiça quando forem convocados.

Postar um comentário

0 Comentários