terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Réveillon: Ipojuca proíbe cadeiras, bancos, mesas, toldos, tendas, guarda-sóis e som nas praias

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Comércio ambulante pode funcionar das 6h às 18h, conforme determinado por decreto municipal. Equipes das secretarias de Defesa Social e de Meio Ambiente e Controle Urbano fazem a fiscalização.

Assim como o Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda, o município de Ipojuca, localizado na Região Metropolitana, também anunciou restrições no litoral durante o réveillon para evitar aglomerações devido à pandemia da Covid-19. A prefeitura proibiu, em todo o litoral da cidade, o uso de som, cadeiras, bancos, mesas, toldos, tendas, guarda-sóis, coolers, isopor e similares na virada de 2020 para 2021.

  • Réveillon no Recife tem restrições na orla
  • Jaboatão também tem proibições no litoral
  • Olinda anuncia medidas restritivas na virada                                                  Divulgada nesta terça-feira (29), essa proibição é válida para a noite             da quinta-feira (31) e a madrugada da sexta-feira (1º). No dia 10 de dezembro, a prefeitura de Ipojuca anunciou o cancelamento da             tradicional queima de fogos no município durante o réveillon,                 também como forma de evitar a propagação do novo coronavírus.              Em 7 de dezembro, o governo proibiu festas de Ano Novo em              todo o estado.                                                                                                      Com relação ao comércio ambulante, o funcionamento ocorre das                    6h às 18h, conforme determinado pelo Decreto nº 485/2018, que regulamenta o comércio na orla de Ipojuca. A prefeitura informou                     que equipes da Secretaria de Defesa Social (SDS) e da Secretaria                 de Meio Ambiente e Controle Urbano vão fiscalizar o cumprimento                das restrições.                                                                                                        Em nota, a prefeitura também disse que a "conscientização da obrigatoriedade do uso de máscaras e dos perigos quanto a                aglomeração estão sendo feitas em duas frentes: a Secretaria                       de Turismo distribuindo máscaras diariamente no balneário de                 Porto de Galinhas e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte                 do Ipojuca (AMTTRANS) junto com a Secretaria de Saúde e               Vigilância Sanitária municipal realizando diariamente barreiras            sanitárias".

    Covid-19 em Pernambuco


    Pernambuco contabilizou, nesta terça-feira (29), mais 1.778 casos              de Covid-19 e 24 mortes causadas pela doença, segundo a             Secretaria Estadual de Saúde. Com isso, o estado totalizou                 217.772 infectados, sendo 29.291 casos graves e 188.481                    quadros leves, desde o início da pandemia, em março.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário