Header Ads Widget

header ads

Mulher de 51 anos é assassinada a tiros em Jaboatão e polícia investiga feminicídio

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: O crime aconteceu nas proximidades do Cemitério da Muribeca, na noite de sexta (27). Para a polícia, há a possibilidade de participação de um ex-companheiro da vítima.

Uma mulher e 51 anos foi assassinada a tiros no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes,                          no Grande Recife. Segundo a Polícia Civil, o crime está sendo investigado com o feminicídio,                   quando a vítima é morta por causa do gênero.

O assassinato ocorreu na noite de sexta-feira (27), na Rua Doze,                     nas imediações do Cemitério da Muribeca. A polícia investiga a                possível participação de um ex-companheiro da vítima.

O nome da vítima não foi divulgado pela polícia. Por meio de nota,          divulgada neste sábado (28), a corporação informou que a mulher                     foi atingida por disparos de arma de fogo e morreu no local.

Um inquérito policial foi aberto para investigar o feminicídio e apontar                   a autoria e a motivação. O crime está sendo apurado pelo                  Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Estatísticas

Em outubro deste ano, Pernambuco registrou 333 homicídios, de             acordo com os números divulgados pela Secretaria de Defesa                        Social (SDS).

Isso representa um aumento de 5,7% em relação ao mesmo mês                     em 2019. Ao todo, desde janeiro deste ano, o estado registrou                     3.171 mortes violentas, 10,3% a mais do que as 2.876                               contabilizadas no mesmo período do ano passado.

Houve um aumento de 31,1% no número de Crimes Violentos                        Letais Intencionais (CVLIs) registrados no Recife, que saiu de                             45 para 59 casos em outubro de 2020. A Região Metropolitana,                            sem contar com a capital, reduziu de 103 para 84 homicídios no                       décimo mês do ano, o que equivale a uma queda de 18,45%.                                Também em outubro, houve diminuição de 4,1% nos índices de                 violência doméstica e familiar contra a mulher no estado. Foram                        3.903 registros nesse mês no ano passado e 3.743 neste ano. Houve               queda também no acumulado do ano, entre janeiro a outubro: de                35.163 casos em 2019 para 33.666 em 2020, o que corresponde                         a 4,26%.

No mesmo mês, os casos de estupro caíram 28,19%. Foram 163                      em outubro de 2020, contra 227 nesse mês do ano passado. No                acumulado do ano, a queda foi de 13,79%, saindo de 2.182 casos                     de estupro em 2019 para 1.881 em 2020. Somente no Recife,                       foram 313 registros, segundo a SDS.

O crime de feminicídio, quando a mulher morre por sua condição                       de gênero, manteve-se em estabilidade, com seis vítimas no mês                         de outubro em 2020 e 2019. O acumulado do ano, por sua vez,                        teve aumento de oito vítimas: 51 em 2019 e 59 em 2020, com alta                           de 15,7%.

Houve 22 casos de mulheres assassinadas tanto em outubro de                    2019 como nesse mesmo mês em 2020. O acumulado do ano                     mostrou um aumento de 18 vítimas, quando comparado janeiro                          a outubro de 2019 com o mesmo período em 2020, saindo de 170                  casos para 188, uma variação de 10,6%.

A SDS afirmou que, apesar da redução nos índices, é preciso levar                      em consideração a subnotificação, já que a maioria desses crimes                 ocorre dentro de casa. Durante a pandemia, a violência contra a                     mulher pode ser denunciada pela Delegacia pela Internet, além das                  unidades da Delegacia da Mulher.      

Postar um comentário

0 Comentários