terça-feira, 24 de novembro de 2020

Italiano procurado pela Interpol por suspeita de dar golpes de mais de 500 milhões de euros é preso em PE

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Segundo a Polícia Federal, homem, que não teve o nome divulgado, e foi detido nesta segunda-feira (23), em Sirinhaém, no Litoral Sul. Mandado de prisão foi expedido pelo STF.

Um italiano procurado pela polícia em vários países, por suspeita de aplicar golpes de mais de 500 milhões       de euros, foi preso, nesta segunda-feira (23), em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco. De acordo com a Polícia Federal (PF), o mandado de prisão foi expedido pelo ministro Edson Fachin, do Supremo           Tribunal Federal (STF) (veja vídeo acima).

O homem era foragido da justiça italiana e, segundo a polícia, cometeu               os crimes entre 2016 e 2019. Ele era integrante de uma organização            criminosa na Itália e é investigado por crimes como fraude contra o           governo e compensação falsa.

Ele foi preso no âmbito da operação Guerini. O estrangeiro foi                 localizado por meio de investigações da Polícia Federal. Ele morava                  na zona rural de Sirinhaém.

A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) o                       classificou como "difusão vermelha", classificação aplicada a                    pessoas de alto grau de periculosidade.

Além do mandado de prisão, também há uma solicitação de abertura                   de processo de extradição contra o italiano, que não teve o nome           divulgado.

Depois de ser preso, o homem teve o passaporte recolhido pela                    Polícia Federal e foi detido. Ele ficará custodiado aguardando o                      processo de extradição para ser entrega à justiça italiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário