sábado, 13 de junho de 2020

Grupo invade cúpula do Congresso após ser retirado de acampamento

Segundo o site https://noticias.r7.com/brasilManifestantes, que defendem o presidente da república, ficaram no local por cerca de 30 minutos e, na sequência, foram para o espelho d'água                     Grupo ficou no local por cerca de 30 minutosDepois de ter o acampamento desmontado pelo governo do Distrito Federal, um grupo do movimento que se autodenomina 300 do Brasil invadiu a parte de cima da cúpula do Congresso, pelo lado do Senado Federal, onde é proibido o acesso ao público. O grupo, liderado pela militante pró-governo Sara Winter, ficou na cúpula por 30 minutos. Depois, ocupou o gramado em frente ao espelho d'água do Congresso.
Os manifestantes bolsonaristas protestaram contra os demais poderes em Brasília. Eles cobram que o presidente Jair Bolsonaro intervenha em defesa do grupo, alvo de investigações do Ministério Público por suspeita de porte de arma.
A assessoria de imprensa da presidência do Senado informou, em nota, que “um grupo denominado 300 do Brasil tentou invadir áreas restritas do Congresso Nacional. O grupo chegou a subir no prédio, na parte externa onde ficam gôndolas, próximo às cúpulas do Congresso Nacional”.                    Veja também: Governo do DF diz que removeu acampamento devido à pandemia
Ainda segundo o texto, o grupo foi retirado do local de forma pacífica. “Assim que tomou conhecimento do ato, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, determinou à polícia legislativa que fizesse a retirada do grupo.              O local tem acesso restrito ao públicoPela manhã, agentes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), do Corpo de Bombeiros e da Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) desmontaram e recolheram faixas, material de lona e estrutura metálica do acampamento, antes montado na Esplanada dos Ministérios, e também na Praça dos Três Poderes. A PM usou gás de pimenta para dispersar um pequeno grupo que resistiu à ação.
Os militantes governistas se dirigiram às proximidades do Congresso Nacional, onde encontraram um grupo que se manifestava em favor do impeachment do presidente e em homenagem a profissionais de saúde. Houve provocações.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), determinou à polícia legislativa a retirada dos manifestantes bolsonaristas que invadiram a cúpula do Congresso neste sábado, 13. De acordo com a assessoria de Alcolumbre, a polícia negocia uma saída pacífica do grupo das instalações do Legislativo.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário