quarta-feira, 10 de junho de 2020

Depois de questionar papel de militares na Saúde, jornalista é afastado da Rádio Nacional

Segundo o site https://ricardoantunes.com.brUma hora e meia após enviar a pergunta em grupo de Whatsapp do Ministério da Saúde, repórter recebeu mensagem de chefe da emissora estatal comunicando que estava fora da cobertura da Covid-19Depois de questionar papel de militares na Saúde, jornalista é afastado da Rádio NacionalDa Época — Um jornalista da Rádio Nacional, emissora estatal que faz parte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), foi afastado da cobertura sobre o coronavírus após indagar sobre a nomeação de militares sem formação médica para o Ministério da Saúde. As informações são de Guilherme Amado, no site da revista Época nesta quarta-feira (10).                                                          O jornalista, que não foi identificado na reportagem, foi destacado par cobertura do coronavírus havia quatro meses, mas foi afastado no último dia 5 após indagar sobre os “critérios” de indicação para os cargos no ministério.                                                                       
“Quais critérios estão sendo usados para ocupação dos cargos comissionados no Ministério da Saúde? Militares e empresários sem nenhuma experiência em saúde pública terão condições de combater a maior pandemia dos últimos 100 anos?”, indagou o repórter em pergunta enviada por Whatsapp em um grupo gerenciado pela assessoria de imprensa do Ministério.
Uma hora e meia após enviar a pergunta, o jornalista recebeu uma mensagem de uma chefe da estatal. Foi comunicado de que não cobriria mais o Ministério da Saúde. A pergunta enviada pelo repórter também ficou sem resposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário