quinta-feira, 12 de março de 2020

Povoados estão isolados pelas chuvas entre Cabeceiras, Lagoa Alegre e José de Freitas

Segundo o site https://www.visaopiaui.com.brAlunos estão impossibilitados de assistir aulas, o transporte escolar está prejudicado e as pessoas não estão podendo chegar à zona urbana dessas cidades.Povoados estão isolados pelas chuvas entre Cabeceiras, Lagoa Alegre e José de Freitas                                              Povoados  estão isolados pelas chuvas em três municípios  no Norte do estado. A informação é do deputado estadual João de Deus, após visita feita à região que compreende José de Freitas, Cabeceiras e Lagoa Alegre. Duas estradas foram cortadas pela força das águas, o que trouxe isolamento  a dezenas de comunidades rurais. Alguns estudantes estão sem poder assistir aulas e não há como, no momento, esses moradores se deslocarem para a zona urbana dos três municípios atingidos.                                                          A PI-339 sai do entroncamento da PI-113 que liga José de Freitas a Cabeceiras, há 18 km de José de Freitas. "Essa PI é uma estrada de piçarra que vai até uma outra que vem Cabeceiras e segue até Lagoa Alegre, que é a PI- 364, e essa PI tem alguns rios que passam por ali. Há pontes, nós mesmos estamos trabalhando a segunda ponte da região, que aliás foi liberada para o tráfego, mas como a chuva é muito intensa, essa água toda desce pelos riachos e rios, segue para o Marathoan, Rio Longá,  até chegar no Rio Parnaíba, nas imediações de Buriti dos Montes", informou o deputado estadual João de Deus.
O rio Marathoan e seus afluentes estão transbordando e isso trouxe como consequência o corte de outra estrada também. "A PI-339 está cortada em um trecho que dá acesso à comunidade Vinagreira e outras, e na PI-364, já chegando em Lagoa Alegre, o trecho também cortou, causando o isolamento de povoados. No geral, os mais atingidos são Vinagreira, Palmeirinha, Carcará, Jenipapo Doce, Tamboril, Cajueiro, Poço dos Gaspar, Pedra Branca, entre outros", disse o parlamentar.
"Estive em uma dessas localidades com a Defesa civil. Passei a situação para o governador Wellington Dias, que repassou a informação para a Defesa Civil, que está tomando providências para que em dois dias máquinas sejam levadas para recuperar esses trechos, para que a população não fique isolada. Ainda nessa quinta chegam as máquinas, e esse novo trecho, de Lagoa alegre, que apresentou problema, também deve receber essas máquinas para que os reparos sejam feitos", relatou.                                          Alunos estão impossibilitados de assistir aulas, o transporte escolar está prejudicado e as pessoas não estão podendo chegar à zona urbana dessas cidades.  Com relação a Cabeceiras,a situação também é delicada, pois  as estradas estão praticamente intrafegáveis, com buracos", finalizou.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário