terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Jovem deixa as drogas após ouvir a voz de Deus em balada: "O teu lugar não é aqui"

Segundo site https://guiame.com.brFilipe Araújo contou que mesmo com os pais cristãos, se desviou da igreja e acabou tendo uma experiência sobrenatural que o fez se reconciliar com Deus.Filipe Araújo Costa compartilhou seu testemunho na divulgação do DVD "Saudade", de Thalles Roberto. (Imagem: Youtube)Filipe Araújo Costa compartilhou seu testemunho na divulgação do DVD "Saudade", de Thalles Roberto. (Imagem: Youtube)
O jovem Filipe Araújo Costa conta que encontrou o caminho de volta ao propósito para o qual foi criado de uma forma bastante inusitada: em uma have, após ter usado drogas. O rapaz compartilhou seu impactante testemunho em uma conversa com o cantor e compositor Thalles Roberto, que divulgou o vídeo na última quarta-feira (19), em seu canal oficial do Youtube.
O testemunho faz parte do novo projeto de Thalles, intitulado "Saudade", que reúne histórias de vida que foram impactadas por Jesus e de alguma forma influenciadas pelo ministério do cantor.
"Eu era muito firme na igreja, fui líder de célula, participei do ministério de louvor, tocava guitarra, baixo, violão. Mas com o passar do tempo, o diabo foi entrando no meu coração, devagarinho", contou o rapaz.
Frequentando festas com amigos da escola, Filipe começou a fazer uso de bebida alcoólica, o que levou seu pai a proibir que ele frequentasse os eventos e isso deixou o jovem revoltado.
"Naquele dia nasceu uma semente no meu coração e eu pensei: 'um dia, eu não sei quando, mas um dia eu vou fazer tudo o que eu tenho vontade de fazer'", contou.

Em busca da “independência”
Com o passar do tempo, Filipe ansiava por sua maioridade, mas enquanto esse tempo não chegava, passou a frequentar os lugares que queria, ainda tentando esconder dos pais.
"O tempo foi passando e eu conheci a música eletrônica. Fiquei apaixonado. Fui a uma festa de música eletrônica em Passos (MG) e lá eu fumei maconha pela primeira vez", continuou.
A partir daí, o caminho para outras drogas se formou.
"O processo foi lento. Comecei fumando maconha, fui para o LSD, ecstasy, DMT, chá de cogumelo, lírio, usei de tudo”, contou o rapaz.
Apesar da frequência nas festas e o uso de drogas, para disfarçar, Filipe continuava frequentando a igreja com os pais.
“Eu ia para a igreja com os meus pais, mas completamente afastado de Deus”, confessou.
Filipe confessou que à medida que o tempo passava, se tornava cada vez mais consciente do que estava fazendo e chegava a se orgulhar disso.
“Eu batia no peito e falava: ‘meus pais estão construindo de um lado e eu estou desconstruindo do outro, eu vou promover o pecado’. Eu falava isso dentro de mim”, contou. “Tudo o que eu mais gostava de fazer era usar drogas e dançar música eletrônica por horas e horas”.
A “Bad Trip”
Como DJ, Filipe passou a tocar em diversas festas e quando surgiu o convite para estar em um grande evento de música eletrônica em Andradas (MG), ele não pensou duas vezes e foi ao evento.
Porém foi exatamente nessa festa que aconteceu algo inusitado com Filipe: ele ouviu a voz de Deus.
“Teve uma hora que, do nada, parece que apertaram um botão e tudo perdeu a graça. Me deu uma sensação muito ruim. Aí Deus me falou: ‘Eu não te criei para estar aqui. Aqui não é o teu lugar’”, contou ele.
Filipe se assustou, pensou que essa sensação e o fato de ter ouvido essa voz fosse o sinal de um efeito conhecido como “bad trip”. Muitas vezes, esse efeito é causado por fatores internos; como o estado mental que o usuário já apresentava antes do consumo e a droga ampliou e é considerado algo frustrante para o usuário, pois é exatamente o contrário do que ele buscava com a droga.

O rapaz então decidiu tentar se distrair na festa e quando pensou que estava conseguindo, a sensação ruim voltou, quando começou a tocar uma música que dizia: “Ah, meu Deus! Como é bom ser vida louca!”;
“Eu me joguei no chão e olhei aquela multidão. 15 mil jovens cantando isso de peito cheio: ‘Meu Deus, eu sou vida louca e amo isso’. Então, Deus me disse assim: ‘É, Filipe? Você gosta de ser vida louca?’. Deus começou a me mostrar tudo. Comecei a enxergar toda a falsidade, inveja, ira, destruição que tinha por trás daquilo ali”, relatou.
Após essa experiência, Filipe ficou chocado ao ver um rapaz sendo carregado para fora do evento, por ter sofrido uma overdose e entender que aquele poderia ser seu destino se continuasse usando entorpecentes.
Desesperado, o rapaz ligou para o pai e pediu para buscá-lo no evento. A partir dali, sua vida começara a mudar completamente.
Clique no vídeo acima para conferir o testemunho completo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário