sábado, 1 de fevereiro de 2020

Confirmado oitavo caso de coronavírus nos EUA

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/mundoTrata-se de um jovem que esteve recentemente na ChinaConfirmado oitavo caso de coronavírus nos EUAFoi confirmado o oitavo caso de infeção pelo novo coronavírus nos Estados Unidos. Trata-se de um homem de 20 anos que recentemente viajou até ao epicentro da epidemia, Wuhan, na China.                                                                                                                    De acordo com a CNBC, que cita o Departamento de Saúde Pública, o caso foi detetado em Boston, Massachusetts. Ao todo, nos EUA, foram detetados três casos da doença viral, nomeadamente três na Califórnia, dois no estado do Illinois, um em Washington, um no Arizona e agora outro em Massachusetts. 
O mesmo meio de comunicação dá ainda conta que a Delta Air Lines, uma das mais importantes companhias aéreas dos EUA, está a acelerar o plano que prevê a suspensão temporária dos voos entre os EUA e a China a partir de amanhã, 2 de fevereiro.
O último voo da companhia aérea a sair da China, com destino aos EUA, deverá ser realizado este sábado. O plano anterior da Delta, sublinhe-se, era suspender os voos apenas a partir do dia 6 de fevereiro. 
A China elevou hoje para 259 mortos e quase 12 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).
Além do território continental da China e das regiões semiautónomas chinesas de Macau e Hong Kong, há mais de 51 casos de infeção confirmados em 20 outros países - Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Austrália, Finlândia, Emirados Árabes Unidos, Camboja, Filipinas e Índia.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional (PHEIC, na sigla inglesa) por causa do surto do novo coronavírus na China.
Vários países já começaram o repatriamento dos seus cidadãos de Wuhan, uma cidade com 11 milhões de habitantes, que foi colocada sob quarentena, na semana passada, com saídas e entradas interditadas pelas autoridades durante período indefinido.
A quarentena foi, entretanto, alargada a mais quinze cidades, próximas de Wuhan, afetando, no conjunto, mais de 50 milhões de pessoas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário