quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Mulher afirma com provas que é a dona do sol e registra direito em cartório

Segundo o site https://peinformado10.blogspot.comUma mulher espanhola de 58 anos, chamada Maria Angeles Duran, processou o site de comércio eletrônico eBay depois que sua conta foi bloqueada por eles. Isso ocorreu por ela estar vendendo lotes de terra no Sol. A moradora de Vigo, na Espanha, é mãe de quatro filhos. No ano de 2010, ela reivindicou a posse da maior estrela de nosso Sistema Solar. Ela estava vendendo no portal lotes no astro rei por  €1 o metro quadrado.Duran estava pedindo como indenização o valor de 10 mil euros pelo bloqueio de suas vendas no site. A espanhola alegou que o eBay recebeu comissão por suas vendas, mas não a deixaram receber os pagamentos daqueles que compraram seus imóveis no Sol. Ela teria fechado 600 pedidos de lotes solares e o valor estimado de suas vendas era de € 1.200.

"A venda de Duran tem todos os critérios necessários para ser uma fraude, porque o Sol não pode ser tocado ou transportado. O Sol, como qualquer estrela, é uma gigantesca bola de gás quente, composta por cerca de 70% de hidrogênio e cerca de 28% de hélio. Logo, não existem terrenos no Sol", alegou o portal, em sua defesa por tirar do ar a página da espanhola. Porém, história de Duran e do Sol começou muito antes de chegar aos tribunais espanhóis.

Dona do Sol


Desde 2010, Maria Angeles Duran, residente de uma região ensolarada na fronteira da Espanha e Portugal, possui alguns documentos para comprovar que ela é a dona do Sol. O corpo celeste foi registrado em seu nome por um cartório local, como um imóvel terráqueo qualquer.

Segundo Duran, ela tomou tal iniciativa depois que leu que um homem estadunidense havia registrado a Lua em seu nome. Bem como a maioria dos outros planetas em nosso Sistema Solar. Mas você deve estar se perguntando, como essas pessoas conseguiram realizar tal coisa?

Bom, existe um acordo internacional que afirma que nenhum país ou Estado pode reivindicar a posse de um planeta ou estrela. Entretanto, tal acordo nada fala sobre os indivíduos. O que acaba por abrir uma gigantesca brecha para situações como essa.

"Não houve obstáculos, eu apoiei minha reivindicação legalmente, eu não sou estúpida, eu conheço a lei. Eu fiz isso, mas qualquer outra pessoa poderia ter feito isso antes, simplesmente me ocorreu primeiro", disse ela ao portal The Daily Mail.

Evidências


No documento emitido pelo cartório, é declarado que Duran "é proprietária do Sol, uma estrela do tipo espectral G2, localizada no centro do sistema solar, localizada a uma distância média da Terra de cerca de 149.600.000 quilômetros".

Antes da venda dos lotes no eBay, Duran teve uma outra ideia para monetizar "sua propriedade". Ela queria cobrar uma taxa de todas as pessoas que usam o sol. Segundo ela, metade do dinheiro arrecadado seria destinado ao governo espanhol. Além de outros 20% para o fundo de pensão do país.

Duran ainda planejava fazer a doação de 10% dos ganhos para incentivo à pesquisa e outros 10% para acabar com a fome no mundo. Os 10% restantes de todo o dinheiro seriam incorporados a seus ganhos. "O dinheiro que estou reivindicando é para que o governo pague impostos para adultos, invista em saúde e em pessoas economicamente desfavorecidas. Também uma parte seria para meu uso pessoal", disse Duran.

"É hora de começar a fazer as coisas da maneira certa, se houver uma ideia de como gerar renda e melhorar a economia e o bem-estar das pessoas, por que não fazer isso?", justificou.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário