sábado, 7 de dezembro de 2019

Família de gerente de banco é feita refém por quase 24 horas

Segundo o site https://odia.ig.com.brSequestrador preso em Bangu 3 era quem comandava o sequestroCubano está preso em Bangu 3, onde cumpre pena de 72 anos de prisão por tentativa de extorsão, mediante sequestroCubano está preso em Bangu 3, onde cumpre pena de 72 anos de prisão por tentativa de extorsão, mediante sequestro - 
Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) libertaram, no fim da tarde desta quinta-feira, a família de um gerente de banco que estava sendo mantida refém por quase 24 horas. Por volta das 20h de de quarta, pai, esposa e filha foram levados por seis bandidos de dentro da casa deles em Paraíso, São Gonçalo. O cativeiro ficava em Alcântara, ainda no município Região Metropolitana do estado.
De acordo com o delegado Alexandre Herdy, titular da DRF, na manhã seguinte, o gerente foi libertado para ir até sua agência, no Barreto, em Niterói, para sacar os R$ 500 mil exigidos. Neste momento, a especializada foi acionada.
Os policiais foram, então, para a agência, onde localizaram o homem tentando sacar o dinheiro exigido. O pagamento foi frustado e, no fim da tarde, a esposa e a filha do gerente foi libertada. Os seis criminosos conseguiram fugir.Agentes foram até a cadeia onde Cubano está preso - Divulgação / Polícia Civil                                                                                                                  Na investigação do caso, a DRF descobriu que o sequestro era comandado por Marcelo Batista Vicente, conhecido como Cubano, de dentro da Penitenciária Gabriel Ferreira de Castilho (Bangu 3), no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.
Durante buscas nas galerias e celas onde Cubano está preso, os policiais acharam o telefone usado por ele para se comunicar com a família.
A DRF informa que as investigações do caso continuam para a identificação e prisão dos demais integrantes da quadrilha.     Material encontrado durante revista na cadeia - Divulgação / Polícia Civil
MAIS DE 70 ANOS DE PRISÃO
Cubano cumpre uma pena de 72 anos de prisão pelo mesmo crime praticado nesta semana. Ele foi preso em flagrante durante uma tentativa de extorsão em um sequestro, em dezembro de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário