domingo, 10 de novembro de 2019

Senador petista pode ser cassado por crime previsto na Lei de Segurança Nacional

Segundo o site https://noticiabrasilonline.comO senador petista Humberto Costa pode estar com seu mandato em risco. O deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP) vai solicitar à Procuradoria-Geral da República uma investigação contra o petista que é líder do Partido dos Trabalhadores no Senado.A acusação de Feliciano é de que Costa cometeu crimes previstos na Lei de Segurança Nacional ao fazer apologia à violência nas ruas do Chile e incentivar uma guerra civil no Brasil em uma publicação de um post no Twitter.Feliciano também argumenta em seu pedido que Humberto Costa representa um risco por ter uma posição de destaque no Senado.                                                                         – O acusado tem 129 mil seguidores na rede social Twitter, o que nos faz divisar a divulgação em massa da incitação ao ódio e à guerra civil por ele cometida, com seus naturais efeitos subversivos e deletérios junto ao seio da sociedade brasileira – alegou.
Feliciano completou o pedido afirmando que o poder exercido pelo senador, além da possibilidade de participação de outras pessoas, pode fazer com que o grupo tente um golpe contra o presidente Bolsonaro.
– Dado o poder de mando que possui nos oferta a possibilidade de estar em conluio com outros agentes. Defluindo-se que é mera questão de tempo dar um golpe de Estado no presidente Jair Bolsonaro – finaliza.
Além do pedido na PGR, Feliciano também vai solicitar ao comando de seu partido, o Podemos, que entre com pedido de cassação do mandato de Humberto Costa. Para isso se concretizar, no entanto, o parlamentar vai precisar convencer a deputada Renata Abreu (SP), presidente da legenda, e o senador Alvaro Dias (PR), líder da bancada no Senado.              

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bolsonaro acaba com o DPVAT, o seguro do trânsito

Segundo o site  https://www.esmaelmorais.com.br :  O presidente Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (11) a extinção do seguro obrigatório...