Laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru descarta que a criança sequestrada em Panelas tenha sido violentada sexualmente.

Segundo o site  http://www.jornaldecaruaru.com.br: A chefe da Polícia Científica, Sandra Santos, disse que o médico que fez o primeiro laudo não teria formação para chegar a esta conclusão.”Coletiva de imprensa foi realizada na sede da Secretaria de Defesa Social, no Recife / Foto: divulgação/Polícia CivilColetiva de imprensa foi realizada na sede da Secretaria de Defesa Social, no Recife / Foto: divulgação/Polícia Civil
O laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, descartou que a criança de três anos que foi sequestrada em Panelas, também no Agreste, tenha sido violentada sexualmente. A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira (28) durante coletiva de imprensa da Secretaria de Defesa Social (SDS), no Recife.
O resultado do laudo do IML contradiz um primeiro laudo, realizado por um médico no hospital de Catende. Na noite dessa quarta-feira (27), quando a menina foi localizada, o médico Flávio Augusto Andrade, que a atendeu na Policlínica de Catende, havia afirmado que a criança sofreu abuso sexual. O laudo diz que a menina teve o hímen rompido. Em entrevista, o médico disse que a garota ficou apavorada quando ele iniciou o exame.
A chefe da Polícia Científica, Sandra Santos, disse na coletiva de imprensa que o médico que fez o primeiro laudo não teria formação para chegar a esta conclusão. Segundo ela, o perito José Alves, que assinou o laudo do IML, fez exames aprofundados e identificou que não houve violência física nem sexual. “O que se observou foi uma criança bastante assustada e que não é bem cuidada, ela tinha assaduras na região íntima”, disse.

ENTENDA:Médico Flávio AugustoMédico Flávio Augusto que atendeu a menina em Catende

O médico Flávio Augusto Andrade, que atendeu em Catende, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, a criança de três anos que foi sequestrada em Panelas, informou que o exame pericial realizado na menina identificou que ela havia sofrido agressão sexual. De acordo com o laudo, o hímen da menina havia sido rompido. Porém, o médico não soube precisar quando foi a violência. “Eu não tenho como confirmar se era recente, agudo, ou coisa mais antiga”, informou.
Flávio Augusto também disse que na hora de realizar o exame clínico no sistema genito urinário, a criança ficou apavorada. “É um grande indício de que ela já havia sido abusada sexualmente”, explicou. Perguntado se a menina vai precisar de tratamento psicológico, o médico disse que a paciente precisará de apoio psiquiátrico e psicológico “para o resto da vida”. Além disto, a menina de três anos também apresentava quadro de desnutrição e está apenas com 10 quilos.Menina raptada em Catende

Menina encontrada nessa quarta

A criança foi localizada na noite de quarta-feira (27) no município de Catende, na Zona da Mata Sul, após passar quatro dias desaparecida. Ela foi sequestrada de dentro da casa dos pais no último domingo (24), Véspera de Natal. Ainda não há informações sobre onde a garota estava nos dias em que passou desaparecida. As informações são do NE10 Interior.
Coletiva de imprensa foi realizada na sede da Secretaria de Defesa Social, no Recife / Foto: divulgação/Polícia Civil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim