Governo Trump veta resolução na ONU sobre Jerusalém

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo: Texto criticava reconhecimento da cidade como capital de IsraelGoverno Trump veta resolução na ONU sobre JerusalémOs Estados Unidos vetaram nesta segunda-feira (18), no Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), uma resolução apresentada pelo Egito para invalidar a decisão do presidente Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.                          Como Washington tem poder de veto no órgão, assim como Rússia, China, França e Reino Unido, a votação tinha efeito meramente retórico, mas serviu para aumentar o isolamento norte-americano na questão, já que o texto recebeu o apoio de 14 dos 15 membros do conselho.
A resolução não mencionava Trump explicitamente, porém exprimia "profundo pesar pelas recentes decisões sobre o status de Jerusalém". Além disso, o texto afirmava que as ações que "pretendiam alterar o status da cidade sagrada de Jerusalém não possuem qualquer efeito jurídico e devem ser anuladas".
"O recurso ao veto não é algo que os Estados Unidos façam com frequência. O fato de que esse veto tenha sido usado na defesa da soberania americana e do papel dos EUA no processo de paz no Oriente Médio não é fonte de embaraço para nós", disse a embaixadora do país na ONU, Nikki Haley.
O reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel foi anunciado por Trump no dia 6 de dezembro, revertendo uma postura histórica dos Estados Unidos sobre a questão, contrariando a comunidade internacional e desatando uma onda de insatisfação e protestos no mundo muçulmano.
Além disso, o presidente ainda decidiu transferir a embaixada norte-americana em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, cidade que também é reivindicada como capital do futuro Estado da Palestina. Desde o reconhecimento, as forças israelenses e o grupo fundamentalista Hamas têm trocado agressões diárias na Faixa de Gaza.
O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, deve desembarcar em Israel na próxima quarta-feira (20), para uma visita de dois dias. Não está previsto nenhum encontro com líderes palestinos nem com as igrejas cristãs em Jerusalém. Com informações da Ansa. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Dois Bandidos se dar mal ao tentar roubar a Loja Magazine Luíza em Surubim

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito