Faltando um mês para fim do prazo, mais de 150 usinas podem perder autorização para produção de etanol

Segundo o site https://www.novacana.com:

Ainda que todos os processos atualmente em análise pela ANP sejam aceitos, 40,5% das usinas brasileiras podem deixar de cumprir o prazo, que termina em 31 de agostoFotos da nova usina da RaizenBiosev, Bunge, Clealco, Grupo USJ, Odebrecht, Raízen, São Martinho e Tereos. Os maiores grupos sucroenergéticos do Brasil fazem parte de uma relação que não é motivo de orgulho para estas companhias: todos têm usinas que ainda não possuem autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para a produção de etanol.

Embora estejam ratificadas pela agência, essas unidades podem ser paralisadas a partir de setembro caso não entreguem a documentação requisitada pelo governo e especificada na Resolução ANP nº 26/2012, que regulamenta a atividade de produção de etanol.
É importante lembrar que as empresas tiveram cinco anos para se regularizarem, prazo que se encerra oficialmente em 31 de agosto. A agência do governo garante que não irá prorrogar o prazo, mesmo que 40,5% das produtoras de etanol não tenham sequer dado entrada em pedido de autorização até o momento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim