Chuva passa dos 50 mm no Recife e causa pontos de alagamento; veja maiores índices do Estado

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Precipitação começou a cair na madrugada, conforme havia sido alertado pela Apac

As chuvas na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata de Pernambuco, nesta quarta-feira (22), causaram alagamentos e transtornos para moradores de algumas cidades dessas regiões.                A precipitação começou a cair na madrugada, conforme havia sido alertado pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Na capital pernambucana, várias vias ficaram alagadas, como as avenidas Dois Rios e Recife, a Estrada dos Remédios e diversos pontos da avenida Agamenon Magalhães, segundo informou a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU).                                                             

De acordo com o monitoramento em tempo real da Apac, o ponto do Estado onde mais choveu foi o bairro de Areias, no Recife, com o registro de 56,40 mm nas 24 horas contadas até 6h20.                                              

Em seguida, aparece o bairro de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, com acumulado de 45,76 mm [veja onde mais choveu no final do texto].

Segundo a Apac, as precipitações são causadas pela atuação do Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), o mesmo fenômeno que atuou entre o fim de maio e começo de junho e causou as chuvas devastadoras acima da média histórica no Estado. A tendência, inclusive, é de permanência das chuvas pelos próximos dias. 

O alerta meteorológico de nível laranja, quando há uma previsão de condição significativa dos fenômenos meteorológicos com risco moderado a alto e com potencial severo, é válido até 23h59 desta quarta-feira, ao menos. 

Ainda segundo a Apac, há previsão de que a onda de leste entre no continente e cause chuvas também no Agreste pernambucano a partir da tarde e noite de quarta-feira.                                                                          Veja onde mais choveu:

Areias, Recife - 56,40 mm
Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes - 45,76 mm
Pina, Recife - 45,16 mm
Ibura, Recife - 42,14 mm
São Lourenço da Mata - 41,80 mm
Timbi, Camaragibe - 40,00 mm
Curado II, Jaboatão dos Guararapes - 39,97 mm
Várzea, Recife - 39,81 mm
Jardim Primavera, Camaragibe - 37,65 mm
Tamandaré - 35,99 mm

*atualizado às 6h50          

Postar um comentário

0 Comentários