Ocupação de leitos pediátricos para doenças respiratórias na rede pública chega a 83% em Pernambuco

 Segundo o site http://www.vertentesnoticias.com.br: Emergências pediátricas públicas e privadas de Pernambuco registram aumento na procura por leitos. Na rede estadual, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) divulgados nesta última quarta-feira (11), a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 83%.

De acordo com relato do presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Walber Steffano, a situação está "muito delicada". "A gente vem acompanhando de perto. Tanto as emergências públicas quanto as privadas estão muito acima da capacidade", explica o pediatra.


Em nota, a SES-PE explica que a positividade para casos de Covid-19 entre os pacientes internados em leitos para quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) está em 1,5%. O que predomina entre os infectados são outros agentes, como vírus sincicial respiratório, rinovírus, metapneumovírus e outros, segundo a pasta.

A pasta informou que há, atualmente, 233 leitos para bebês e crianças com quadro de Srag no Estado, dos quais 106 são de UTI e os demais 127, de enfermaria, cuja ocupação está em 68%. Dados mais recentes do painel de regulação de leitos do Estado, atualizado no último domingo (8), mostram que havia 40 solicitações por UTI, das quais 36 eram para vagas pediátricas.

SES-PE também disse, na nota, que o Governo do Estado irá abrir, nos próximos dias, 20 leitos para quadros de doenças respiratórias graves na Região Metropolitana do Recife. Nesta semana, 10 novos leitos de UTI foram abertos com esta finalidade em Araripina, no Sertão do Estado.

Da redação do Blog Vertentes Notícias
Com informações da Folha PE

Postar um comentário

0 Comentários