Novo temporal em Petrópolis deixa pelo menos cinco mortos

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Cerca de 95 ocorrências foram registradas em Petrópolis, segundo a Defesa Civil, entre deslizamentos e alagamentos

A cidade de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, voltou a ser castigada por um forte temporal que teve início na tarde de domingo (20). De acordo com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, ao menos cinco pessoas morreram em decorrência da tempestade. 

A nova chuva atingiu a cidade mais de um mês depois do temporal que deixou 233 mortos e quatro desaparecidos, em 15 de fevereiro deste ano.

De acordo com informações do G1 Rio, dois dos óbitos foram registrados no Morro da Oficina, área mais afetada no temporal de fevereiro. Mais dois ocorreram na Washington Luiz - nessa região uma pessoa foi resgatada com vida e outras quatro são procuradas. Já a quinta morte foi na rua Pinto Ferrera, em Valparaíso.                                                                          

Cerca de 95 ocorrências foram registradas em Petrópolis, segundo a Defesa Civil, entre deslizamentos e alagamentos.

O local com maior índice de chuva até o início da madrugada de hoje havia sido São Sebastião, onde caíram 415 milímetros de precipitação.

Ainda segundo a Defesa Civil Municipal, mais de 400 pessoas tiveram que sair de suas casas e se deslocar para pontos de apoio nas localidades de Morin, Quitandinha, Amazonas, Vila Felipe, Sargento Boening, São Sebastião, Dr. Thouzet, Alto da Serra, Floresta, Independências e Siméria.

“Foi um dia difícil, principalmente depois das 15h, quando Petrópolis foi novamente vítima de grande chuva. Foram mais de 300 milímetros que atingiram a cidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, em vídeo publicado em sua rede social nos primeiros minutos desta segunda-feiar (21).

Postar um comentário

0 Comentários