EUA vão enviar 3.000 soldados adicionais à Polônia 'nos próximos dias'

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Os Estados Unidos decidiram enviar 3.000 soldados adicionais à Polônia para "tranquilizar os aliados da Otan", em um momento em que Washington teme uma invasão militar russa da Ucrânia, anunciou um alto funcionário do Pentágono.

Estes 3.000 soldados da 82ª divisão aerotransportada, a principal força de reação rápida do exército americano, foram colocados de prontidão em janeiro a pedido do presidente Joe Biden, que quer tranquilizar seus aliados do leste europeu sobre o apoio dos Estados Unidos frente à Rússia.

Quando o ministro da Defesa, Lloyd Austin, determinar, eles vão deixar a base de Fort Bragg, na Carolina do Norte, "nos próximos dias" e deveriam chegar à Polônia "no começo da próxima semana", destacou o funcionário, que pediu para ter a identidade preservada.

Eles vão se unir a outros 2.000 soldados da 82ª divisão e sua direção, cujo deslocamento foi anunciado em 2 de fevereiro, 1.700 dos quais na Polônia e 300 na Alemanha, onde está baseado o comando das forças americanas na Europa.

"No total, estes 5.000 soldados suplementares representam uma força altamente móvel e flexível, capaz de missões múltiplas", ressaltou o alto funcionário.

"Foram mobilizados para tranquilizar os aliados da Otan, dissuadir todo ataque potencial contra o flanco leste da Otan, formar as forças dos países de acolhida e contribuir em uma ampla gama de tarefas", acrescentou.

Eles vão se somar aos cerca de 80.000 soldados americanos mobilizados na Europa em bases permanentes ou por rotação.

Os Estados Unidos afirmaram nesta sexta-feira (11) que a Rússia poderia invadir a Ucrânia antes mesmo do encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, em 20 de fevereiro, revivendo o fantasma de uma guerra na Europa em uma escalada dramática após uma intensa fase diplomática.

Postar um comentário

0 Comentários