Pernambuco segue com retorno presencial de aulas nas redes pública e particular

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias/pernambuco: Secretaria de Educação informou que não será exigido passaporte sanitário

Estudantes das redes pública estadual e particular de educação básica de Pernambuco retornarão às escolas para o ano letivo de 2022 com aulas presenciais.                                                                                  Em comunicado emitido nesta quarta-feira (26), a Secretaria de Educação e Esportes (SEE) de Pernambuco informou que continua podendo ser admitido o ensino remoto caso o estudante ou seu responsável não queira regressar ao modelo presencial. O padrão segue a forma como foi encerrado o ano letivo de 2021.

Na rede particular, a volta está marcada para a próxima terça-feira (1º). Já na rede pública, o início das aulas está agendado para 3 de fevereiro.

As recomendações da SEE valem para todo o Estado. Nesta quarta-feira, o Recife também anunciou que seguirá com aulas presenciais, já Paulista, Ipojuca e Carpina adotarão o modelo remoto no início do semestre letivo.

Para tentar garantir um retorno seguro, a SEE destaca a importância da sequência dos protocolos sanitários contra a Covid-19, como higienização das mãos, dispenser com álcool em gel 70%  e uso obrigatório de máscara para todos no ambiente escolar.

Dados de novembro da Secretaria de Educação indicam que, na rede estadual, 90% dos alunos já optavam pelo modelo presencial. A rede conta com 1.055 unidades de ensino e 569 mil estudantes.

Secretário diz que que escola é 'ambiente seguro'                                  O secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Marcelo Barros, classifica o retorno presencial como "importante" e por isso, o Estado irá reforçar a necessidade do cumprimento dos protocolos

“Tivemos quase dois anos de muitos desafios para a educação e diversos estudos nacionais e internacionais apontam o impacto da pandemia na aprendizagem, além dos problemas psicossociais dos nossos estudantes. Então, este retorno é necessário e a escola é um ambiente seguro, desde que cumpridos os protocolos”, afirma.

Passaporte sanitário não será exigido
A Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco ainda afirmou que não exige a apresentação do comprovante de vacinação de Covid-19 para os estudantes para acesso e permanência na instituição de ensino.

Apesar disso, pede que as instituições  de ensino promovam campanhas e ações de sensibilização com pais e responsáveis sobre a importância da vacinação para os estudantes e do respeito ao protocolo setorial e demais orientações.
 
“As escolas têm um papel de sensibilização e de orientação dos estudantes, pais e responsáveis. Temos a consciência de que a vacina é a nossa principal arma de combate a pandemia. Então, a escola precisa ser um ambiente de orientação e de esclarecimento sobre a importância da vacinação”, ressalta o secretário Marcelo Barros.

Casos de Covid-19
Pais e responsáveis deverão ser orientados, de acordo com a SEE, para que os estudantes que apresentarem sintomas gripais fiquem em casa e busquem orientação médica.  

Em caso de teste positivo para Covid-19, a instituição de ensino deve ser informada, e o estudante, permanecer em quarentena.

Estudantes e profissionais que testarem positivo deverão ficar 10 dias afastados em casos sintomáticos e sete dias em casos assintomáticos, como prevê as orientações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19.                                                                          "Ressaltamos que a Secretaria Estadual de Educação e Esportes está em constante diálogo com a Secretaria Estadual de Saúde acompanhando os números da pandemia no Estado e anunciando, sempre que necessário, novas medidas", ressalta a pasta de Educação.            

Postar um comentário

0 Comentários