Câmara Municipal de Surubim

Câmara Municipal de Surubim
Câmara Municipal de Surubim

Defesa Civil de Minas Gerais alerta para fortes chuvas nos próximos cinco dias

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Temporal atingiu Barra Longa na noite desta quinta-feira. Houve deslizamento de encostas e queda de postes de energia elétrica

A Defesa Civil de Minas Gerais alerta para os riscos de temporais, com raios e rajadas de vento, previstos para ocorrer nesta última sexta-feira do ano e que deve persistir pelos próximos cinco dias. O maior volume de chuvas deve ser registrado nas regiões Oeste, Sul, Centro e Zona da Mata do estado.

No início da tarde, um novo alerta foi emitido  para a região de Capitólio, Guapé, São João Batista do Glória e São José da Barra, devido à possibilidade de ocorrência de cabeça d'água nos rios e cachoeiras da região. A orientação é que as pessoas evitem ir a cachoeiras no período de chuvas.                                                                                                      

Na noite de quinta-feira, por volta de 22 horas, fortes chuvas atingiram a cidade de Barra Longa, no Sudeste do estado, causando deslizamentos de taludes, encostas e derrubada de postes de energia elétrica na área urbana. Algumas vias ficaram intransitáveis após a queda de barreiras e a Defesa Civil está realizando vistorias em locais de risco para verificar a necessidade de desocupação de residências.

Nos últimos dias os temporais atingiram o Norte do estado. Municípios como Salinas, Mato Verde, Rio Pardo de Minas e Porteirinha receberam equipes da Defesa Civil e doações de alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza. O governador Romeu Zema (Novo) visitou os municípios atingidos.

Em Salinas, a área rural foi acessada por cavalos e burros, já que automóveis não conseguiam chegar. Uma casa de repouso foi atingida por uma enxurrada e 39 idosos tiveram de ser retirados com jet skis, com a ajuda de populares.

Desde 1º de outubro, quando começou o período de chuvas em Minas Gerais, 124 municípios declararam situação de emergência. Seis pessoas morreram, 3.007 ficaram desabrigadas e 12.467 desalojadas, o que significa que elas procuraram abrigo na casa de parentes e amigos, sem necessidade de acolhimento em locais cedidos pelo Poder Público. As mortes ocorreram em Uberaba, Coronel Fabriciano, Nova Serrana, Engenheiro Caldas, Pescador e Montes Claros.        

Postar um comentário

0 Comentários