Argentina é 'invadida' por milhares de besouros (FOTOS, VÍDEOS)

 Segundo o site https://br.sputniknews.com Com o extremo calor, os animais surgiram e estão causando danos aos municípios.

A cidade de Santa Isabel, na província argentina de La Pampa, foi invadida por milhares de besouros deste o início da semana, sendo que as imagens do incidente viralizaram nas redes sociais nesta quinta-feira (13).

A presença dos insetos foi intensificada pela onda de calor que afeta todo o sul do continente sul-americano.
Um impressionante surto de besouros (cascarudos) atingiu a cidade de Santa Isabel em La Pampa, na Argentina.
A Argentina e o Uruguai têm sido os principais afetados pelo calor recorde no sul da América do Sul, atingindo temperaturas em volta dos 40 graus Celsius e registrando números altos como estes desde o começo                                            da semana.
Para combatê-los, algumas localidades desligam a iluminação pública e acendem tambores com fogo para atraí-los. Eles são inofensivos, mas voam incontrolavelmente e atingem com força tudo o que encontram. O número e o peso desses insetos podem danificar telhados e estruturas.
Imagens gravadas por moradores da região e compartilhadas nas redes sociais mostram os besouros tomando conta de diferentes lugares, como prédios, bueiros, caixas, praças, piscinas e parques.
Invasão de cascarudos em La Pampa. Por semanas, o oeste dos Pampas experimenta uma das piores invasões de cascarudos [ou besouros]. Eles tendem a se aglomerar nas cidades por causa da luz e são muito irritantes e fedorentos.
O chefe do Departamento de Polícia de Santa Isabel, Omar Sabaidini, relatou que a quantidade de besouros causou danos a alguns                                                   imóveis.
Os cascarudos invadiram Santa Isabel e planejam avançar sobre a capital dos Pampas. Ampliaremos.
Os insetos tendem a se reunir nas cidades por causa da luz e são possuem um cheiro desagradável. Embora inofensivos, eles voam incontrolavelmente, provocando acidentes com pessoas e patrimônios.
      

Postar um comentário

0 Comentários