Header Ads Widget

header ads

Rayssa Leal é eleita skatista do ano em premiação da CBSk em São Paulo

 Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: A "Fadinha" também levou o troféu na categoria Destaque de Tóquio-2020

Confederação Brasileira de Skate (CBSk) premiou na noite desta quarta-feira os melhores atletas da modalidade no País em 2021. Rayssa Leal, medalhista de prata na Olimpíada de Tóquio, foi a protagonista do evento, realizado em um hotel no centro de São Paulo, ao ser eleita a skatista do ano. A "Fadinha" também levou o troféu na categoria Destaque de Tóquio-2020.                                                                                                           O prêmio coroa um ano fantástico de Rayssa Leal. A jovem de 13 anos se tornou a brasileira mais jovem da história a subir ao pódio na Olimpíada. Ela foi para o Japão como uma criança na delegação do Time Brasil e voltou como inspiração para milhares de pessoas de todas as idades.

Depois dos Jogos Olímpicos, Rayssa conquistou dois troféus em etapas do Mundial, foi vice-campeã mundial, em Jacksonville, na Flórida, ao perder para a compatriota Pamela Rosa, ganhou o STU Open Rio da categoria skate street, e recentemente faturou o Prêmio Brasil Olímpico deste ano na modalidade skate.

O sucesso nas pistas de skate fez Rayssa se tornar uma estrela do esporte mundial, conhecer ídolos, como Ronaldo, ganhar homenagens, fechar patrocínios importantes, ser reverenciada e catapultar a modalidade, que tem ganhado cada vez mais adeptos. Isso sem perder o carisma e a essência de uma garota de 13 anos. É ainda o começo do conto de fadas da jovem de Imperatriz, no Maranhão. Tímida, ela preferiu não discursar após receber o troféu.

Felipe Nunes foi outro destaque no evento. Ele ganhou o troféu na categoria paraskate e também foi eleito o skatista do ano. Felipe perdeu as pernas aos 6 anos em um acidente de trem. Aos 13, descobriu o skate. Rapidamente começou a alcançar reconhecimento na comunidade internacional da modalidade, fechou patrocínios e foi aprovado até pela lenda Tony Hawk.

Ao todo, foram distribuídos entre os ganhadores R$ 200 mil em premiação - a maior da história do skate nacional. Os indicados foram escolhidos por uma comissão formada por veículos especializados e pela CBSk. O evento foi realizado pela revista CemporcentoSKATE e teve o apoio financeiro das Loterias Caixa. A premiação, promovida desde 2009, é a mais tradicional do skate no Brasil.

Além da já tradicional nomeação do skatista do ano, o evento premiou 13 ganhadores em oito categorias e homenageou a equipe da CBSk pelo trabalho nos Jogos de Tóquio.            

Rayssa leal

  

Postar um comentário

0 Comentários