Header Ads Widget

header ads

Com Carnaval 2022 à vista, Olinda anuncia plano de ações para retomada do Turismo

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: De acordo com o prefeito Professor Lupércio, a cidade está preparada para fazer "o melhor Carnaval", mas condiciona realização à pandemia

Foi apresentado, na manhã desta quarta-feira (6), o plano de ações estratégicas da Prefeitura de Olinda para a retomada do turismo na cidade. O projeto "Vamos Olindar" traz iniciativas realizadas pela gestão em diversos pontos da cidade, com anúncios de obras, passeios, festivais e rearranjos em pontos turísticos. As ações também visam a realização segura do Carnaval 2022, que vem sendo estudado pela prefeitura.            

Para o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, a realização do Carnaval está condicionada à melhora dos números da pandemia. Ainda segundo o prefeito, a cidade está preparada para a retomada do turismo no Sítio Histórico, mas também para receber a festa em 2022.                                  "Estamos sim preparados para a retomada do turismo no sítio histórico de Olinda. Além dessa retomada, estamos preparados também para fazer o melhor carnaval. Porém, mais do que nunca, estamos acompanhando toda a movimentação da pandemia. Estamos com várias frentes na cidade, no enfrentamento da Covid-19. Porém, estamos iniciando todo o processo de licitação, como se fosse fazer o carnaval, mas acompanhamos toda a fase da pandemia em Olinda, mas estamos preparados para fazer o carnaval, se assim for necessário. Evidente que vamos estar alinhados com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado", disse.  

O prefeito seguiu, agora também citando a festa de fim de ano como um dos eventos possíveis para a prefeitura de Olinda.

"Não tenham dúvidas, que se tudo correr como esperamos. Estamos preparados para fazer o Carnaval e também o Réveillon", destacou.          O plano "Vamos Olindar" traz uma série de ações voltadas para o setor turístico, afetado duramente pela pandemia da Covid-19. Entre as ações estão a limitação de tráfego de veículos no Alto da Sé nos finais de semana, reformas na Praça do Carmo, além da requalificação de equipamentos históricos, como as bicas dos Quatro Cantos, Cruzeiro do Alto da Sé e o Chafariz da Dantas Barreto, que sofriam com a deterioração. 

Também foram apresentados planos para a realização dos tradicionais Festival da Tapioca e o "Olinda dá Gosto", voltados para o setor gastronômico, além de roteiros turísticos. No entanto, as ações ainda estão em fase inicial, algumas ainda em licitação. 

O programa conta com investimento inicial de R$ 500 mil e terá parcerias com a iniciativa privada, além de ações integradas com Senai, Senac e o Paço do Frevo.

Após a apresentação do plano de ações, a secretária de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Olinda (SEPACTUR), Gabriela Campêlo, falou sobre a expectativa da cidade para a retomada do Turismo. 

"Já estamos recebendo um volume grande de turistas. O que temos que fazer, nesse momento, é dar toda a estrutura de segurança e protocolos sanitários, para que esses turistas venham e se sintam seguros em nossa cidade", disse.  

Sobre o Carnaval, a secretária adotou postura similar à do prefeito, tratando a festa com cautela. De acordo com Gabriela Campêlo, a realização do evento está sendo estudada e reforçou que "a pandemia ainda não acabou", destacando que tudo está sendo encaminhado com cuidado e respeito.

"Nosso carnaval está sendo planejado e estudado com muita cautela. Como sabemos, a pandemia ainda não acabou e como o prefeito fala, a nossa prioridade é cuidar da vida das pessoas. O carnaval está sendo encaminhado com todo o cuidado e com respeito", afirmou.

A cerimônia de apresentação do plano "Vamos Olindar" contou com a presença do vice-prefeito da cidade, Márcio Botelho, além da secretária de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gabriela Campêlo, a secretária de governo, Maria do Carmo, e a secretária de Comunicação, Patrícia Cunha. Também marcaram presença alguns representantes do setor hoteleiro e de bares e restaurantes.

Postar um comentário

0 Comentários