Header Ads Widget

header ads

Suspeito de matar eletricista da Celpe em haras de Limoeiro é preso no Maranhão

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Crime ocorreu em setembro de 2020 após o corte de energia do local

Foi preso, nessa quarta-feira (14), o fazendeiro Sebastião Ayres de Assis Neto, conhecido como Neto Santos, de 45 anos. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, a prisão ocorreu na cidade de Codó, no Maranhão.    Sebastião é suspeito de assassinar o eletricista da Companhia Elétrica de Pernambuco (Celpe) José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, após o corte de fornecimento de energia de um haras localizado em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, em setembro de 2020.

A corporação pernambucana informou que a prisão de Sebastião no Maranhão foi fruto de ação conjunta com a polícia daquele estado. No momento da prisão, o homem ainda apresentou documentos falsos e também portava munições calibre .38 e dinheiro em espécie

A Celpe chegou a oferecer recompensa de até R$ 20 mil pelo paradeiro do suspeito do assassinato de seu funcionário. 

O eletricista da Celpe José Reginaldo de Santana Júnior foi assassinado, em 29 de setembro de 2020, após realizar a suspensão legal do fornecimento de energia por inadimplência da propriedade rural Haras Vovô Zito, que pertence a Sebastião Ayres de Assis Neto, apontado como autor do crime. 

Após o corte da energia, o cliente tentou obrigar o eletricista a religar a energia, mas, diante da negativa, atirou contra o eletricista usando uma arma de fogo. José Reginaldo morreu no local.

Mais detalhes sobre a prisão de Sebastião serão apresentados em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (15), com os delegados Herbert Martins e Fabrício Pimentel.   

Postar um comentário

0 Comentários