Header Ads Widget

header ads

Leite materno é veículo de transmissão de anticorpos, apontam estudos

 Segundo o site https://www.folhape.com.br/noticias: Os estudos integram a iniciativa "MilkCorona", desenvolvida pelo CSIC e pelo Hospital Clínico Universitário de Valência, na Espanha

O leite materno de mulheres infectadas com o coronavírus, ou que foram vacinadas, é um veículo transmissor de anticorpos para o bebê - é o que revelam dois estudos científicos feitos na Espanha e com resultados divulgados nesta segunda-feira (14).                                                              Os estudos integram a iniciativa "MilkCorona", desenvolvida pelo Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) e pelo Hospital Clínico Universitário de Valência, ambos públicos.


 

No primeiro deles, sobre lactantes infectadas com a Covid-19, foi detectado que "a maioria das amostras apresentou anticorpos específicos contra o vírus, com uma grande variabilidade entre mulheres".

"Em nenhum leite materno fomos capazes de detectar o RNA do vírus, e encontramos que, na maioria das mulheres infectadas, havia presença de anticorpos, sugerindo que o leite materno é um veículo de transmissão de anticorpos", afirmou María Carmen Collado, pesquisadora do CSIC.

Por isto, os resultados sustentam a "importância de recomendar o aleitamento materno de forma sistemática em todos os casos em que a mãe tenha pouco, ou nenhum, sintoma", completou a médica Cecilia Martínez Costa, do serviço de pediatria do Hospital Clínico de Valência.

No segundo estudo, foi analisada a presença de anticorpos em 75 mulheres lactantes, imunizadas com três tipos de vacinas: Pfizer (pauta completa), Moderna (pauta completa) e AstraZeneca (uma dose). Conforme o comunicado do CSIC, o trabalho "mostrou a presença de anticorpos específicos nas amostras".

Curiosamente, os níveis de anticorpos "variaram de acordo com a vacina recebida", completa o comunicado, mas sem explicar que versão produziu o maior nível de imunidade.

O estudo estabeleceu ainda que o leite das mulheres vacinadas com uma dose e que sofreram a doença tinha níveis de anticorpos equivalentes aos de mulheres saudáveis com as duas doses.

A pesquisa continua para estudar o impacto das novas variantes do coronavírus nos anticorpos presentes no leite materno, além de analisar os efeitos da infecção por Covid-19 no sistema imunológico e no desenvolvimento infantil, destaca o CSIC.  

Postar um comentário

0 Comentários