Header Ads Widget

header ads

Captura de foragido da Justiça acaba em perseguição no interior de Minas

 Segundo o site https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasi: A manhã de terça-feira (22/6) começou agitada no pacato Córrego do Matipozinho, distrito de Sericita, na Zona da Mata mineira, com a movimentação de carros de polícia, que cumpriram de mandados de prisão expedidos contra um homem, de 49, foragido do sistema prisional desde agosto de 2012. Participaram policiais de Abre Campo, Matipó e Manhuaçu.

A ação policial foi supervisionada pelo delegado regional em Manhuaçu Felipe de Ornelas Caldas; coordenada pelo delegado titular em Abre Campo Bernardo Barros Machado; e contou com a participação do inspetor em Manhuaçu Hernesto Francisco da Silva e da Agência de Inteligência dessa cidade.

Quando as equipes de policiais se posicionavam para cercar a casa do pai do foragido, o homem tentou escapar correndo para uma plantação de café. Daí, chegou até a casa de um parente, mas acabou sendo localizado e preso.                                                                                                                 O homem procurado, de 49 anos, foi preso em Abre Campo em 14 junho de 2011, e aguardava julgamento pelo homicídio de sua companheira, cometido em 27 de julho de 2008.

Outras acusações pesavam contra ele. Uma delas, de estupro, cometido contra a filha de 11 anos, em 13 de outubro de 2010. Esses crimes ocorreram na zona rural de Sericita.

Ele fugiu da cadeia e acabou julgado à revelia, pelo homicídio, em 6 de maio de 2014, sendo condenado à pena de 19 anos de prisão em regime fechado. A sentença transitou em julgado no dia 26 de maio de 2014.

Já a investigação do crime de estupro avançou com indiciamento do foragido, motivo pelo qual também foi decretada a prisão preventiva do homem. Somente agora, depois de sete anos, ele foi descoberto e preso.


Postar um comentário

0 Comentários