Header Ads Widget

header ads

Em mais um dia de chuva, ruas do Grande Recife ficam alagadas e moradores enfrentam transtornos

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Houve registros de alagamentos na Zona Oeste do Recife e em Olinda, neste sábado (17).

Em mais um dia de chuva, ruas do Grande Recife ficaram alagadas, neste sábado (17). Houve registros de pontos inundados na capital pernambucana e em Olinda.                                                                                                                Na sexta-feira (16), a Coordenadoria de Defesa Civil do estado (Codecipe) informou que 210 pessoas ficaram desalojadas e 23, desabrigadas em oito cidades da Região Metropolitana e da Zona da Mata e Agreste.                          Um dos pontos de alagamento registrados neste sábado foi a Rua Parque Bancrédito, no bairro dos Bultrins, em Olinda                                                                                                                                                                            No local, a água que descia pela rua formou uma espécie de córrego, com uma correnteza no meio da via. Moradores da região ficaram sem conseguir sair de casa devido ao transtorno.

Na Estância, Zona Oeste do Recife, a Rua André Vieira de Melo também ficou alagada. Moradores informaram que o local fica inundado sempre que chove.    No mesmo bairro, a Rua Fernando Barroca, perto do Colégio Visão, também ficou alagada. Moradores afirmaram que há um problema de drenagem na via, que tem somente metade do percurso asfaltado. Por causa disso, a água não tem como escoar.                                                                                                      "Mesmo antes das chuvas, os moradores já sofriam com alagamentos e uma obra inacabada e mal feita, que entupiu os bueiros e impediu o escoamento da água. Há meses não resolvem a situação e os moradores são obrigados a conviver com a água suja que sai dos esgotos", afirmou o servidor público Paulo Santana, que mora na Rua Fernando Barroca.

No bairro do Totó, também na Zona Oeste, teve alagamento na Rua Arizona. Os moradores acordaram de madrugada, assustados com a água, que ameaçava invadir as casas. O trabalhador Matheus Farias, que saiu cedo para trabalhar, disse que o transtorno é constante.                                                                                                                                                                              "O cara tem que acordar para tirar a moto e a água está na porta de casa. Pé na água, mas fazer o que, né? Tem que trabalhar", afirmou.

Previsão de mais chuvas                                                                                                                                                    A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) para o fim de semana é de chuvas no Grande Recife e na Zona da Mata, principalmente, no período da madrugada, de manhã e de noite, mas com intensidade de fraca a moderada.                                                                                                                            No Sertão, também há previsão de pancadas de chuvas com essa intensidade, à tarde e à noite. Para o Agreste, no domingo (18), há possibilidade de pancadas de chuvas isoladas com intensidade de moderada a forte.

Defesa Civil                                                                                                                                                                          Em caso de necessidade, moradores de áreas de risco devem procurar abrigos seguros e acionar a Defesa Civil da sua cidade, nos números a seguir:

   

Jovens surfa após forte chuva deixar ruas alagadas em Recife

Postar um comentário

0 Comentários